Octavia Nasr

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Octavia Nasr (1966), nascida em Beirute, Líbano, é uma jornalista especializada em temas do Oriente Médio. Ela foi funcionária da rede CNN até Julho de 2010 quando foi demitida por declarar em público respeito pelo clérigo e um dos líderes do Hezbollah, Sayyed Mohammad Hussein Fadlallah.[1]

Incidente[editar | editar código-fonte]

A declaração polêmica de Nasr foi publica no seu Twitter em 4 de Julho de 2010 e dizia:

Cquote1.svg Sad to hear of the passing of Sayyed Mohammad Hussein Fadlallah.. One of Hezbollah's giants I respect a lot.. Cquote2.svg
Octavia Nasr

Sayyed Mohammad Hussein Fadlallah morreu em 4 de Julho de 2010 e o Hezbollah é considerado uma organização terrorista por diversas nações do mundo como: Estados Unidos, Reino Unido e Israel.

Em 6 de Julho de 2010 Nasr publicou uma nova mensagem sobre o tema esclarecendo que o respeito a que se referia seria devido a defesa do clérigo em prol das mulheres islâmicas.[2]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências