Odo IV, Duque da Borgonha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Antes da morte do seu irmão Hugo V, as armas de Odo eram as do seu tio Odo da Borgonha, conde de Nevers, Auxerre e Tonnerre, com a bordadura dentilhada

Odo IV, ou Eudes IV em francês (1295 - Sens, 3 de Abril de 1350), foi duque da Borgonha desde 1315 até à sua morte, rei titular de Tessalónica de 1316 a 1320, e conde da Borgonha e Artois de 1330 a 1347.

Era filho de Roberto II, Duque da Borgonha e de Inês de França, por isso neto materno de São Luís e Margarida de Provença. Pelo casamento da sua irmã mais velha Margarida da Borgonha, era cunhado do rei Luís X de França e tio de Joana II de Navarra. Pelo casamento da sua irmã mais jovem Joana, foi cunhado de Filipe VI de França, o primeiro rei da dinastia de Valois.

Em 1315 sucedeu ao seu irmão Hugo V. Em 1316 vendeu os seus direitos sobre o Reino de Tessalónica a Filipe I de Taranto aquando da morte do seu irmão Luís. Depois da morte do rei Luís X de França no mesmo ano, sustentou os direitos da sua sobrinha Joana contra Filipe V de França, irmão do anterior, mas acabou por casar com a filha mais velha de Filipe e a ceder perante o trono da França. Apesar disso, Joana acabaria por chegar ao trono de Navarra.

En 1318 casou então com Joana III, Condessa da Borgonha e de Artois (1308-1347), filha do rei Filipe V o Alto, e de Joana II, Condessa da Borgonha, e de Artois. Dela teve:

Serviu lealmente o rei Filipe VI de França, combateu contra os flamengos e foi ferido na batalha de Cassel em 1328, defendeu Saint-Omer em 1340 contra Roberto III de Artois, e depois ajudou Carlos de Blois na Guerra de sucessão da Bretanha, no início da Guerra dos Cem Anos, contra João de Monforte. Em 1346, combateu contra os ingleses na Aquitânia.

O seu principal legado terá sido aparente na subsequente corte da Borgonha dos duques de Valois, uma vez que Odo era patrono das artes e da Igreja e patrocinou muitos jovens artistas. Também conseguiu boas ligações políticas e, ao casar com uma princesa da família real francesa, assegurou boas relações com esse reino. A morte prematura do seu filho Filipe tornou o seu neto de quatro anos no seu herdeiro. Este sucederia a Odo em 1350 como Filipe I, Duque da Borgonha depois da sua morte em Sens.

Precedido por
Hugo V
Blason Ducs Bourgogne (ancien).svg
Duque da Borgonha

1315 - 1350
Sucedido por
Filipe I
Precedido por
Luís
Rei de Tessalónica
(disputado)

1316 - 1320
Sucedido por
Filipe I de Taranto
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.