Offshoring

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Offshoring – que existe há décadas, difere da terceirização no seguinte sentido: uma empresa terceiriza uma determinada função, até então realizada por seus próprios funcionários (pesquisa, por exemplo, ou call centers, ou cobrança) quando contrata um outra empresa para realizar em seu lugar exatamente a mesma função, que é em seguida reintegrada ao conjunto das suas operações como um todo. Já o offshoring se dá quando uma empresa pega uma das suas instalações industriais em uma determinada localidade (de Canton, na China, por exemplo),e a transfere para outra localidade, onde produzirá exatamente o mesmo produto, exatamente da mesma maneira, só que com mão-de-obra mais barata, uma carga tributária menor, energia subsidiada e menores gastos com os planos de saúde dos funcionários
(Friedman, p. 135-136)

Offshoring é o modelo de realocação de processos de negócio de um país para outro. Ele inclui qualquer processo de negócio como produção, manufatura e serviços. Processos intensamente suportados por tecnologia da informação são candidatos naturais ao offshoring.

Ou seja, offshoring é quando uma empresa passa a produzir em outros países , por motivos tributários e/ou outros, o que antes era produzido no próprio país, com intuito de tornar-se mais competitiva. São os casos dos fabricantes de veículos automotores: Volkswagen, Ford, Fiat etc.

Ícone de esboço Este artigo sobre economia é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.