Ogiva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ogiva simétrica, baseada num triângulo equilátero[1]
Diferentes ogivas: A (centros dentro da base da ogiva)[nota 3], B (centros nos pés da ogiva - simétrica equilátera) e C (nesta construção específica, a altura e a largura são iguais e os centros encontram-se fora da base da ogiva).[nota 2][1]

A ogiva é uma forma determinada por dois arcos, comumente simétricos, que se cortam em ângulo. A palavra ogiva começou a ser usada no século XVIII para designar um arco que define um ângulo curvilíneo[2] . A ogiva geométrica admite variações chamadas de arco ogival, arco de ogiva e, até mesmo, arco quebrado[nota 1], nas quais os centros dos arcos (O1 e O2) podem estar dentro ou fora dos limites da forma. A ogiva também pode ser um elemento tridimensional, oriundo da revolução da curva geométrica sobre o eixo de simetria.

Ogiva lanceolada[editar | editar código-fonte]

Esta ogiva é formada por dois arcos de circunferência, cujos centros se encontram afastados e fora da área da ogiva, na seguinte relação: a altura do arco ogival é igual a 0,979 vezes a sua largura[1] .

Ogiva lanceolada, cuja altura é ligeiramente menor do que a largura[1]

Aplicações[editar | editar código-fonte]

Arco ogival aplicado na arquitetura.

Notas[editar | editar código-fonte]

[nota 1] ^ A altura do arco (flecha) é maior do que a sua largura (luz).
[nota 2] ^ Se a distância entre 01 e 02 for maior do que a do exemplo C, então o arco ogival será do tipo arco quebrado, pois a altura (flecha) será maior do que a sua largura (luz).
[nota 3] ^ Se 01 coincidir com 02 (excentricidade zero), têm-se o arco romano, e a figura deixa de ser uma ogiva.

Referências

  1. a b c d Braga, Theodoro - Desenho linear geométrico. Ed. Cone, São Paulo: 1997; p. 175.
  2. Braga, Theodoro - Desenho linear geométrico. Ed. Cone, São Paulo: 1997; p. 223.
  3. a b Dicionário Eletrônico Houaiss, 3.0, junho de 2009.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Aplicação na engenharia.
Ogiva balística.