Olímpia, a Diaconisa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Santa Olímpia, a Diaconisa
Diaconisa
Nascimento 361 em Constantinopla
Morte 408 (47 anos) em Nicomédia
Veneração por Igreja Católica
Igreja Ortodoxa Oriental
Igreja Católica Oriental
Igreja Luterana
Comunhão Anglicana
Festa litúrgica 25 de julho
Gloriole.svg Portal dos Santos

Santa Olímpia, a Diaconisa (também Olímpia) viveu em Constantinopla durante o século IV. Sua festa é comemorada em 25 de julho.

Vida[editar | editar código-fonte]

Olímpia nasceu 361 d.C. em uma família rica[1] , pertencia à mais alta nobreza bizantina e casou ainda muito jovem com o prefeito de Constantinopla.[2] Seu pai era o senador Anicius Secundus e através de sua mãe, Alexandra, ela era a neta do eparca Eulalios .

Após a morte de seus pais e ter ficado viúva, Olímpia herdou uma grande fortuna que ela distribuiu para os pobres e necessitados. Ela também foi muito generosa com doações às igrejas, mosteiros, hospícios e abrigos para os desabrigados.[1]

Olímpia foi apontada como diaconisa pelo bispo de Constantinopla Nectário (381-397) e forneceu grande ajuda para os hierarcas de Constantinopla, incluindo Anfilóquio, bispo de Icônio, Onésimo do Ponto, Gregório de Nazianzo (o Teólogo), Pedro de Sebaste, Epifânio de Chipre. Ela mantinha uma boa relação com eles, mas era especialmente próxima de João Crisóstomo[3] , seu director espiritual[2] , chegando até mesmo ser exilada por tomar partido em sua defesa [3] quando foi injustamente expulso do Patriarcado de Constantinopla.[2]

Ao recusar-se a reconhecer o intruso, irregularmente nomeado para substituí-lo como patriarca[2] , Olímpia foi exilada e veio a falecer em algum lugar em Nicomédia em 25 de julho de 408. Pouco antes de sua morte, deu instruções de que queria ser colocada em um caixão e jogada no mar.

Ela é uma entre os 140 santos nas colunas que adornam a Praça de São Pedro.

Referências

  1. a b Smith, Sir William. A Dictionary of Christian Biography, Literature, Sects and Doctrines N to S Part Seven, 1877. p.73
  2. a b c d Santa Olímpia, viúva, diaconisa, +408, Evangelizo.org 2001-2012. Evangelhoquotidiano.org.
  3. a b FURLANI, João Carlos. "A hierarquia eclesiástica na Antiguidade Tardia: Olímpia e o status das diaconisas no Oriente". Revista Eletrônica Cadernos de História, ano 6, n.° 2 de dezembro de 2011

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • ANÔNIMO. Vida de Olímpia. Cf. CLARK, E. A. (ed.) Jerome, Chrysostom, and friends: essays and translations. Lewiston: Edwin Mellen Press, 1979.
  • CRISÓSTOMO, João. Dezessete Cartas à Olímpia.
  • FURLANI, João Carlos. "A hierarquia eclesiástica na Antiguidade Tardia: Olímpia e o status das diaconisas no Oriente". Revista Eletrônica Cadernos de História, ano 6, n.° 2, dezembro de 2011.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]