Olavo Redig de Campos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Nome completo Olavo Redig de Campos
Nascimento 1906
Rio de Janeiro
Morte 1984 (78 anos)
Rio de Janeiro
Nacionalidade Brasileiro
Movimento Arquitetura moderna - Escola carioca
Obras notáveis Monumento de Pistóia, prédio do IMS-Rio

Olavo Redig de Campos (1906 - 1984) foi um arquiteto brasileiro, considerado um importante representante da arquitetura moderna no país.

Formação[editar | editar código-fonte]

Filho de diplomata, nasceu no Rio de Janeiro, mas viveu na Europa durante parte de sua infância. Formou-se em arquitetura na Universidade de Roma, por onde também haviam passado Gregori Warchavchik e Rino Levi.

Obra[editar | editar código-fonte]

Olavo Redig retornou ao Brasil em 1931, assumindo, em 1946, a chefia do Serviço de Conservação do Patrimônio do Itamaraty. Neste cargo, que ocupou por cerca de 30 anos, coordenou, dentre outros, os projetos das chancelarias brasileiras de Washington, Lima e Buenos Aires, das residências diplomáticas de Beirute e Dacar, do Centro Cívico de Curitiba, da Assembléia Legislativa do Paraná e do Monumento Votivo Militar de Pistóia, em memória da Força Expedicionária Brasileira.

Além de uma série de outras moradias urbanas e rurais, Olavo Redig projetou a casa de campo de Geraldo Baptista e a residência da família Moreira Salles no Rio de Janeiro, que hoje abriga o centro cultural do IMS - Instituto Moreira Salles naquela cidade.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  • [1] - Genealogia Pernambucana
  • [2] - Biblioteca do IMS-Rio

Referências bibliográficas[editar | editar código-fonte]

  • BRUAND, Yves; Arquitetura contemporânea no Brasil; São Paulo: Editora Perspectiva, 2002, ISBN 85-273-0114-8