Oleiros

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Oleiros
Brasão de Oleiros Bandeira de Oleiros
Brasão Bandeira
Localização de Oleiros
Gentílico Oleirense
Área 465,52 km²
População 5 721 hab. (2011[1] )
Densidade populacional 12,29 hab./km²
N.º de freguesias 10
Presidente da
Câmara Municipal
Fernando Jorge (PSD)
Fundação do município
(ou foral)
1233
Região (NUTS II) Centro
Sub-região (NUTS III) Pinhal Interior Sul
Distrito Castelo Branco
Antiga província Beira Baixa
Orago Nossa Senhora da Conceição
Feriado municipal Segunda-feira após o segundo Domingo de Agosto
Sítio oficial www.cm-oleiros.pt
Municípios de Portugal Flag of Portugal.svg

Oleiros é uma vila portuguesa pertencente ao Distrito de Castelo Branco, região Centro e sub-região do Pinhal Interior Sul, com cerca de 2 300 habitantes.

É sede de um município com 465,52 km² de área e 5 721 habitantes (2011) [1] , subdividido em 12 freguesias. O município é limitado a norte pelo município do Fundão, a leste por Castelo Branco, a sul por Proença-a-Nova, a sudoeste pela Sertã e a noroeste por Pampilhosa da Serra.

Geografia[editar | editar código-fonte]

A vila de Oleiros é, sem dúvida, o núcleo central da hierarquia porque é ele não só polariza a actividade económica e administrativa do concelho, como também e mais significativo número de equipamentos colectivos e de apoio à actividade sócio-económica.

A sua capacidade de atracção sobre o resto do concelho é manifestamente superior aos restantes aglomerados, porque detém uma posição chave na estrutura posicional de oferta e acesso a bens e serviços, Paralelamente, é o aglomerado de maior volume populacional e urbanístico.

Terra de paisagem quase sempre grandiosa, Oleiros dispõe, um pouco por todo o concelho, de imensos locais capazes de proporcionar excelentes panorâmicas.

Geologia[editar | editar código-fonte]

Do ponto de vista geológico, a região em que o concelho se insere possui uma grande uniformidade, sendo constituída essencialmente por xistos. Sobre estes, jazem por vezes, possantes bancadas de quartzitos que, pela sua dureza, sobressaem na paisagem. A montante das soleiras de rocha dura que as cristas de quartzito proporcionam, desenvolvem-se meandros de dureza, dissimétricos. Ao atravessarem os afloramentos quartzíticos, os rios ou provocam imponentes vales em gargante ou, quando incapazes de talhar a rocha, despenham-se através de quedas de água. As formas salientes mais importantes que se levantam na área do concelho são as serras de Alvelos, do Muradal e da Lontreira, fazendo parte do Maciço Central.

Ecologia[editar | editar código-fonte]

O pinheiro é hoje a principal árvore do concelho, sendo incalculável o seu valor económico tanto no que respeita a madeiras como a resina e seus derivados, de tão grande aplicação e consumo nos nossos dias. A nível industrial verifica-se a existência de algumas unidades (indústria de madeiras, metalomecânica, mármores, agro-industrial) na maior parte das freguesias, registando-se uma maior expressão em Oleiros.

Património[editar | editar código-fonte]

Em Oleiros existem vários edifícios que se podem englobar no património artístico; Igreja Matriz de Oleiros, Igreja da Misericórdia de Oleiros e todo um conjunto de Igrejas ou Capelas espalhadas pelas aldeias concelho.

Para além destes monumentos de elevado valor patrimonial e interesse artístico, ainda se encontram inúmeros edifícios, não só de arquitectura erudita mas de feição mais popular. No entanto o seu património é mais vasto, e engloba simultaneamente os valores paisagísticos do meio natural e todas as manifestações etnológicas como sejam usos e costumes, festas e romarias, música, cantares populares, cozinha tradicional, etc.

População[editar | editar código-fonte]

Organização administrativa[editar | editar código-fonte]

O actual presidente da Câmara Municipal é José Santos Marques. O presidente da assembleia municipal é José Augusto C. Martins

Gastronomia[editar | editar código-fonte]

O prato regional mais famoso de Oleiros é o cabrito estonado à moda de Oleiros. Merece também destaque o vinho calum cultivado nalgumas freguesias de Oleiros, em particular no Mosteiro, ao longo das margens da ribeira da Sertã, e o maranho, bem como as típicas filhós, e a saborosa tigelada (espécie de pudim, muito saborosas).

Festas e Romarias[editar | editar código-fonte]

(...) Janeiro: Festas em honra de São Sebastião (Vilar Barroco, Oleiros, Castelo Branco; dia móvel, sempre ao 4º fim de semana de Janeiro)

20 Janeiro: Festa de S. Sebastião (Oleiros, Castelo Branco)


(…) Fevereiro: Festas em honra de Nossa Senhora das Candeias (Ameixoeira, Oleiros, Castelo Branco; dia móvel, sempre ao 1º fim de semana de Fevereiro)


(…) Fevereiro ou Março: Festa das Mougueiras (Mougueiras, Oleiros, Castelo Branco, dia móvel, sempre no fim de semana de Carnaval)


(…) Abril ou Maio: Festas em honra de Nossa Senhora da Saúde (Rabaças, Oleiros, Castelo Branco; festa móvel, sempre no 2º domingo (15 dias) depois da Páscoa)


(….) Maio: Festas de Santo Amaro (Sendinho de Santo Amaro, Oleiros, Castelo Branco, sempre ao 5º fim de semana de Maio)

Festa de Santo António (Foz Giraldo, Oleiros, Castelo Branco, sempre ao 5º fim de semana de Maio


(…) Julho:

Festas de Santa Bárbara (Roda, Oleiros, Castelo Branco, sempre no 1º fim de semana de Julho)

Festas de São Lourenço (Sarnadas de Álvaro, Oleiros, Castelo Branco, sempre no 2º fim de semana de Julho)

Festas de Nossa Senhora dos Bons Caminhos (Moucho, Oleiros, Castelo Branco, sempre no 2º fim de semana de Julho)

Festas em honra de São Simão (Sarnadas de S. Simão, Oleiros, Castelo Branco; dia móvel, sempre no 3º fim de semana de Julho)

Festas de São Tiago (Álvaro, Oleiros, Castelo Branco, dia móvel, sempre ao 3º fim de Julho)

Festas de Nossa Senhora das Dores (Vale do Souto, Oleiros, Castelo Branco, dia móvel, sempre no 3º fim de semana de Julho)

Festas de Nossa Senhora do Carmo (Madeirã, Oleiros, Castelo Branco, dia móvel, sempre no 3º fim de semana de Julho)

Festas em honra da Nossa Senhora da Penha (Estreito, Oleiros, Castelo Branco; dia móvel, sempre no 4º fim de semana de Julho)


(…) Agosto:

Festas de São José das Póvoas ( Póvoas, Estreito, Oleiros, Castelo Branco, sempre no 1º fim de semana de Agosto)

Festas de Nossa Senhora das Neves (Roqueiro, Oleiros, Castelo Branco, sempre no 1º fim de semana de Agosto)

Festas de Nossa Senhora da Nazaré e de Nossa Senhora do Almortão (Foz do Giraldo, dia móvel, sempre no 1º fim de semana de Agosto)

Festa em honra de Santa Margarida (Oleiros, Castelo Branco, Portugal; dia móvel, sempre no 2º domingo de Agosto)

Festas de Santa Margarida (Admoço, Oleiros, Castelo Branco, dia móvel, sempre no 2º fim de semana de Agosto)

Festas de Nossa Senhora da Conceição (Cardosa, Oleiros, Castelo Branco, dia móvel, sempre no 2º fim de semana de Agosto)

Festas de Nossa Senhora da Confiança (Ribeira da Isna, Oleiros, Castelo Branco, sempre no 2º fim de semana de Agosto)

Festa de Nossa Senhora da Conceição (Sarnadas de S. Simão, Oleiros, Castelo Branco, sempre no 2º fim de semana de Agosto)

Festa em honra de Nossa Senhora dos Remédios (Sendinho da senhora, Amieira, Oleiros, Castelo Branco)

Festa em honra de Nossa Senhora de Fátima (Cambas, Oleiros, Castelo Branco)

Festa em honra de São Bartolomeu (Quartos d`Aquém, Álvaro, Oleiros, Castelo Branco; dia móvel, sempre no 3º fim de semana de Agosto)

Festas de Nossa Senhora da Paz (Milrico, Oleiros, Castelo Branco, dia móvel, sempre no 3º fim de semana de Agosto)

Festas de Nossa Senhora da Confiança (Orvalho, Oleiros, Castelo Branco, dia móvel, sempre no 3º fim de semana de Agosto)

Festa em honra do Senhor Jesus do Vale Terreiro e Nossa Senhora do Bom Sucesso (Madeirã, Oleiros, Castelo Branco; dia móvel, sempre no 3º fim de semana de Agosto)

Festa em honra de São Francisco de Assis (Amieira, Oleiros, Castelo Branco, sempre no 3º fim de semana de Agosto)

Festas de São João Baptista (Sobral, Oleiros, Castelo Branco, dia móvel, sempre no 4º fim de semana de Agosto)

Festa em honra de Nossa Senhora da Agonia (Urraca, Amieira, Oleiros, Castelo Branco; dia móvel, sempre no 4º fim de semana de Agosto)

Festa em honra de São Bartolomeu (Orvalho, Oleiros, Castelo Branco, sempre no 4º fim de semana de Agosto)

Festas em honra de Nossa Senhora das Dores e Santo António (Isna, Oleiros, Castelo Branco, sempre no 4º fim de semana de Agosto)

“Bandalheira” (Isna, Oleiros, Castelo Branco, incluido nas festas de Nossa Senhora das Dores e Santo António)

15 Agosto: Festa em honra de Nossa Senhora dos Remédios (Sardeiras de Baixo, Oleiros, Castelo Branco)


(…) Setembro:

Festas de Nossa Senhora da Vitória ( Mosteiro, Oleiros, Castelo Branco, sempre no 1º fim de semana de Setembro)

Festas de Nossa Senhora da Guia (Abitureira, Amieira, Oleiros, Castelo Branco, 2º fim de semana de Setembro)

Festas de Nossa Senhora da Nazaré e Senhora do Almortão (Foz do Giraldo, Orvalho, Oleiros, Castelo Branco, sempre no 2º fim de semana de Setembro)

Festas de São Miguel e Santa Justa (Cava, Oleiros, Castelo Branco, dia móvel, sempre no 4º fim de semana de Setembro)


(…) Outubro: Festas de Nossa Senhora das Necessidades (Serra, Oleiros, Castelo Branco, sempre no 2º fim de semana de Outubro)


(…) Dezembro: Festas de Nossa Senhora do Bonfim (Pisoria, Oleiros, Castelo Branco, sempre no 4º fim de semana de Dezembro)


Procissões[editar | editar código-fonte]

(…) Domingo de Passos: Procissão dos Passos / Procissão de Nosso Senhor dos Passos (19h)

(…) Domingo antes da Páscoa: Procissão de Ramos /Domingo de Ramos

(…) Qinta Feira Santa: Procissão dos Fogaréus (18h)

(…) Sexta Feira Santa : Procissão do Enterro do Senhor

(…) Sábado Santo: Cerimónia da Santa Benção do Lume Novo (21h)

(…) Domingo de Páscoa: Procissão da Ressrreição do Senhor (12h)

(…) 2º Domingo depois da Páscoa: Procissão da Senhora da Saúde – Santuário Mariano de Rabaças

(…) Domingo mais próximo de 20 de Julho: Procissão de Santa Margarida

Procissão do Corpo de Deus

Procissão de Nossa Senhora de Fátima

8 Dezembro: Procissão da Imaculada Conceição


Feiras e Mercados[editar | editar código-fonte]

Designação: Mercados Semanais

Local: Oleiros

Data: Todas as Terças Feiras


Designação: Feira de Março

Local: Vila de Oleiros

Data: 25 de Março


Designação: Feira dos Santos

Local: Vila de Oleiros

Data: 1 de Novembro


Designação: Feira de Julho

Local: Vila de Oleiros

Data: 1º Domingo de Julho


Designação: Feira do Roqueiro

Local: Roqueiro

Data: 14 de Agosto


Designação: Feira do Estreito

Local: Estreito

Data: 24 de Junho


Designação: Feira do Orvalho

Local: Orvalho

Datas: 3 de Maio, 29 de Junho e 13 de Agosto


Designação: Feira da Isna

Local: Isna

Data: Último Domingo de Agosto


Divisões administrativas[editar | editar código-fonte]

As freguesias de Oleiros são as seguintes:

Referências


Concelhos do Distrito de Castelo Branco Mapa do distrito de Castelo Branco
Belmonte Castelo Branco Covilhã Fundão Idanha-a-Nova Oleiros Penamacor Proença-a-Nova Sertã Vila de Rei Vila Velha de Ródão
Belmonte Castelo
Branco
Covilhã Fundão Idanha-
-a-Nova
Oleiros Penamacor Proença-
-a-Nova
Sertã Vila
de Rei
Vila Velha
de Ródão
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Oleiros