Olga Gonçalves

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

\

Olga Gonçalves (Luanda, 1929 - Lisboa, 3 de abril de 2004), foi uma escritora portuguesa.[1] Olga Gonçalves frequentou na Universidade de Londres o king's College e o Queen Elizabeth College. Foi, professora de inglês dos funcionários de uma empresa multinacional em Lisboa. Poeta, ficcionista e tradutora.Estreou-se como poetisa, com o livro Movimento (1972), mas firmou-se como autora de ficção em romances de questionamento sobre a realidade sociológica coletiva. Morreu a 3 de abril de 2004 em Lisboa.

Obras[1] [editar | editar código-fonte]

  • Movimento (1972) (poesia)
  • 25 Composições e 11 Provas de Artista (1973)
  • Mandei-lhe Uma Boca (1973)
  • Só de Amor (1975) (sonetos)
  • A Floresta em Bremerbaven (1975)
  • O Emigrante là-bas (1978)
  • Ora Esguardai (1982)
  • Olotolilisobi (1983)
  • Rudolfo (1985)
  • Sara (1986)
  • Armandina e Luciano, o Traficante de Canários (1988)
  • Eis uma História (1993)
  • Contar de subversão
  • Treze contos de sobressalto
  • A palabra de romance
  • Uma história de desamor
  • Imitaçao daa morta
  • Eu, o romamantismo de ser
  • O homem que renegou a luz
  • A cruz vazia

Prémios[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c Enciclopédia Larousse pág. 3365 (Vol. 9) ISBN 978-972-759-929-5

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

http://www.infopedia.pt/$olga-Gon%C3%A7alves;jsessionid=Xs3Yp6VxFEtnYl45ORBzWQ__

www.dglb.pt/sites/DGLB/.../PesquisaAutores1.aspx?AutorId... http://books.google.pt/books/about/O_Livro_de_olotolilisobi.html?d=hZ3uAAAAMAJ&redir_esc=y