Sporting Clube Olhanense

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Olhanense)
Ir para: navegação, pesquisa
Olhanense
Logo Olhanense.png
Nome Sporting Clube Olhanense
Alcunhas Leões de Olhão, Rubro Negros
Mascote Cegonha Moss
Fundação 27 de abril de 1911 (103 anos)
Estádio 2013 Estadio do Algarve 30,000 Pessoas Estádio José Arcanjo
Capacidade 11 622 Pessoas
Localização OLH2.png Olhão
Presidente Portugal Isidoro Sousa
Treinador Itália Giuseppe Galderisi
Patrocinador Portugal Vinhos Monsaraz
Portugal Niobo
Portugal Sagres
Coreia do Sul Kia
Material esportivo Portugal Lacatoni
Competição Portuguese shield.svg Liga Zon Sagres
2012/13 Primeira liga 14.º lugar
2011/12 Primeira liga 8.º lugar
2010/11 Primeira liga 11.º lugar
Website SCOlhanense.com
Kit left arm.png Kit body red stripes.png Kit right arm.png
Kit shorts.png
Kit socks.png
Uniforme
titular
Kit left arm.png Kit body red stripes.png Kit right arm.png
Kit shorts.png
Kit socks.png
Uniforme
alternativo
Temporada atual
editar

O Sporting Clube Olhanense MHIH é um clube de futebol português da cidade de Olhão. Utiliza como equipamento, camisola riscada preto e vermelho, calção branco ou preto.

Com a promoção alcançada na época 2008-2009, o Olhanense regressa à 1ª Liga 34 anos após a sua última participação.

O Olhanense ganhou o Campeonato de Portugal de 1923-1924.

A 8 de Abril de 1987 foi feito Membro-Honorário da Ordem do Infante D. Henrique.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Corria o ano de 1911 quando um grupo de jovens amantes do futebol, orientados por Armando Amâncio, deu origem ao Sporting Clube Olhanense, desenvolvendo em Olhão a prática de uma modalidade, até à data, pouco conhecida. O Sporting Clube Olhanense fazia inicialmente os seus jogos no "Largo da Feira", na Praça João de Deus, algures entre a Ria Formosa e onde estão hoje as Escolas Primárias. A marcação do campo e a montagem das balizas eram feitas no próprio dia de jogo. As balizas desmontáveis eram guardadas debaixo de uma ponte existente na Rua Almirante Reis, no cruzamento com a Rua da Liberdade. As "marés vivas" eram inconvenientes, impossibilitando por vezes as partidas.

Em 1921 o Olhanense obteve o seu primeiro campo de jogo próprio, o popular "Campo da Cerca", situado na Cerca D. Maria Ventura (nas traseiras da Avenida da República, onde está hoje a Avenida dos Combatentes e a paragem dos Autocarros da Rodoviária Nacional). O primeiro jogo disputado neste terreno foi em Novembro de 1921, e o adversário foi o Sporting Clube Farense, que venceu por 3-0. No dia seguinte, ainda fazendo parte das festividades de inauguração do terreno, o Olhanense venceu o Lusitano de Vila Real de Santo António por 4-2.

A 29 de Março de 1923 o Sporting Clube Olhanense inaugurou o Estádio Padinha, num jogo frente ao seu grande rival de então, o Ginásio Clube Olhanense, partida que terminaria num empate a uma bola. Ali seria a sua "casa" durante seis décadas, e mesmo após a mudança para o relvado do José Arcanjo, o Padinha continua a ser propriedade do clube, e é onde actuam as camadas jovens do clube. O nome do Estádio foi aprovado unanimemente em reunião de Direcção, e foi escolhido como homenagem a Francisco Padinha, atleta natural de Olhão de projecção nacional, que se destacou nas modalidades de halterofilismo e Tracção à Corda.

O divertimento e o desportivismo levaram o clube à liderança e tornaram-no, em 8 de Junho de 1924, Campeão de Portugal, derrotando o Futebol Clube do Porto por 4-2, num jogo disputado no Estádio do Campo Grande, em Lisboa, sob o olhar do então Presidente da República, o algarvio Manuel Teixeira Gomes, que fez, no final do jogo, questão de cumprimentar e entregar as medalhas de Campeão de Portugal aos vencedores. O Sporting Clube Olhanense conquistou o título máximo do campeonato nacional e, a 22 de Outubro do mesmo ano, recebeu o Louvor pelo Governo da Nação.

O desporto ganhou uma nova visibilidade. O país começou a virar as atenções para a prática desportiva. A competição tornou-se cada vez mais renhida e as exigências das formações e regularizações das provas oficiais maiores. Nesse sentido, foi criada, em 1934, a organização dos campeonatos nacionais da I e II Ligas. Na época 1935/36, o Olhanense acabou por se sagrar campeão da II Liga, numa altura em que o Mestre Cassiano orientava a equipa dos jovens rubro-negros. O clube não subiu, no entanto, de Divisão, dado que, à data, os regulamentos não o previam. Apenas na época 1940/41, quando voltou a adquirir o título de campeão da II Liga, ascendeu ao escalão máximo do futebol português.

Na época 1942/43 conquistou um honroso quinto lugar e em 1945/46 a quarta posição. Durante uma década, o Sporting Clube Olhanense foi o motivador de uma cidade inteira, trazendo para Olhão uma infindável número de êxitos desportivos, entre os quais se destaca a a permanência no final da Taça de Portugal, em Junho de 1945, onde defrontou o Sporting.

Em 1959, o Sporting Clube Olhanense realizou o sonho de ter uma sede própria, edifício que foi considerado como um dos melhores equipamentos sociais do Algarve. Passada a euforia das vitórias, o clube adormeceu durante alguns anos.

Em 1964, regressou à I Divisão e recebeu a Taça Centenário do Diário de Notícias, voltando a despertar as gentes de Olhão e do Algarve para o fenómeno futebolístico. O futebol-espectáculo acabou, na época, a sobrepor-se ao futebol-desporto e os factores empresariais e financeiros ganharam uma importância até então inexistentes. O Olhanense atravessou anos difíceis, com duas descidas de Divisão. Em 1969/70, sagrou-se campeão da 3ª Divisão e na época seguinte recebeu duas taças Disciplina do “Mundo Desportivo” e de “O Casapiano”. Na época de 1972/73, voltou a ser campeão da antiga 2ª Divisão Zona Sul e, em 1980, recebeu o título de Instituição de Utilidade Pública.

Em 1984 o Olhanense inaugurou o seu primeiro campo relvado, o Estádio José Arcanjo (nome do proprietário do terreno, que o ofereceu ao clube) frente ao Portimonense, e é aí que tem disputado as suas partidas nas duas últimas décadas.

Depois de criada a 2ª Divisão B Zona Sul, o Olhanense foi campeão duas vezes, num espaço de 13 anos, sendo que a primeira foi em 1990/91 e a segunda conquistada honrosamente com muita dedicação por parte de jogadores, directores e adeptos, na época de 2003/04. Não obstante, o clube recebeu ainda condecorações de alto nível, como Medalha de Mérito Desportivo, Membro Honorário da Ordem do Infante D. Henrique, Medalha de Bons Serviços Desportivos e Medalha de Mérito da Câmara Municipal de Olhão (Grau Ouro).

Na época 2008/09, o Sporting Clube Olhanense voltou a fazer vibrar, não só as gentes de Olhão, como toda a comunidade algarvia, ao realizar um campeonato exímio e sagrar-se campeão da Liga Vitalis, regressando, ao fim de 34 anos, às disputas com os grandes do futebol português, na Primeira Liga.

Para além dos troféus conquistados em futebol, o Sporting Clube Olhanense sagrou-se campeão nacional da 2ª Divisão em basquetebol feminino, na época 1978/79.

Campeões de Portugal[editar | editar código-fonte]

Final[editar | editar código-fonte]

Ver: Campeonato de Portugal de 1923–24

8 de junho de 1924 Sporting Clube Olhanense Logo Olhanense.png 4 – 2 F.C. Porto logo.png Futebol Clube do Porto Estádio do Campo Grande, Lisboa

Delfim Gol marcado aos 3 minutos de jogo 3'
Tamanqueiro Gol marcado aos 40 minutos de jogo 40' (gp)
Gralho Gol marcado aos 67 minutos de jogo 67'
Belo Gol marcado aos 85 minutos de jogo 85'
Relatório Hall Gol marcado aos 15 minutos de jogo 15'
Basto Gol marcado aos 17 minutos de jogo 17' (gp)
Árbitro: PortugalPOR Germano Vasconcelos, Braga
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Olhanense
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Porto
Olhanense:
GR Portugal Carlos Martins
D Portugal Américo
D Portugal Falcate
M Portugal Fausto Peres
M Portugal Tamanqueiro
M Portugal Francisco Montenegro
A Portugal Cassiano
A Portugal Belo
A Portugal Joaquim Gralho
A Portugal Delfim
A Portugal Júlio Costa (c)
Treinador:
Portugal Júlio Costa
Futebol Clube do Porto:
GR Portugal Borges Avelar
D Portugal Álvaro Coelho
D Portugal Tavares Bastos
M Portugal Coelho da Costa
M Portugal Velez Carneiro
M Portugal Floreano Pereira (c)
A Portugal Alexandre Cal
A Portugal Augusto Freire
A Portugal Simplício
A Inglaterra Norman Hall
A Portugal João Nunes
Treinador:
Hungria Akos Tezler

Palmarés[editar | editar código-fonte]


Condecorações[editar | editar código-fonte]

  • Louvado pelo Governo a 22/10/1924
  • Medalha de Mérito Desportivo
  • Membro Honorário da Ordem do Infante D. Henrique
  • Medalha de Bons Serviços Desportivos
  • Medalha de Mérito da Câmara Municipal de Olhão (Grau Ouro)

Futebol[editar | editar código-fonte]

Histórico[editar | editar código-fonte]

ver : Histórico do Sporting Clube Olhanense

Nº Presenças Títulos
Temporadas na 1ª 19
Temporadas na 2ª 10
Temporadas na 2ªB 46
Temporadas na 3ª 4
Taça de Portugal 60
Taça da Liga 2

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Liga Portuguesa[editar | editar código-fonte]

Temporada
Melhor Classificação 1945/1946

2ª Liga / Liga de Honra[editar | editar código-fonte]

Temporada
Melhor Classificação 2008-2009

2ª Divisão - Zona Sul[editar | editar código-fonte]

Temporada
Melhor Classificação 1960/1961, 1972/1973

2ª Divisão "B" - Zona Sul[editar | editar código-fonte]

Temporada
Melhor Classificação 1990/1991, 2003/2004

3ª Divisão Nacional[editar | editar código-fonte]

Temporada
Melhor Classificação 1969/1970

Campeonato de Portugal[editar | editar código-fonte]

Temporada
Melhor Classificação 1923/1924

Taça de Portugal[editar | editar código-fonte]

Temporada
Melhor Classificação Final (1944/1945)

Taça da Liga[editar | editar código-fonte]

Temporada
Melhor Classificação 3ª Eliminatória 2008/2009

Campeonato do Algarve[editar | editar código-fonte]

Temporada
Melhor Classificação 1923/24, 1924/25, 1925/26, 1926/27, 1930/31, 1932/33, 1938/39, 1939/40, 1940/41, 1941/42, 1942/43, 1943/44, 1944/45 e 1945/46


Plantel atual[editar | editar código-fonte]

Ver: Sporting Clube Olhanense época 2013-14

Equipa profissional[editar | editar código-fonte]

Atualizado a 2 de agosto de 2013. [2]

Goleiros
Jogador
27 Eslovénia Belec
1 Portugal Ricardo
Defensores
Jogador Pos.
13 Portugal Vítor Bastos Z
4 Portugal Ricardo Ferreira Z
19 Senegal Diakhite Z
5 Roménia Mladen Z
15 Portugal Luís Filipe LD
74 França Coubronne LE
7 Brasil Jander LE
Meio-campistas
Jogador Pos.
28 Portugal Paulo Regula M
14 Croácia Čiča M
11 Brasil Diego Gonçalves M
8 Brasil Bessa M
20 Portugal Pedro Celestino M
88 Brasil Lucas Souza M
16 Portugal Rui Duarte Capitão M
24 Itália Bigazzi M
10 Portugal Pelé M
22 Senegal Pouye M
Atacantes
Jogador
79 Itália Dionisi
21 Nigéria Femi
29 Brasil Murilo Mendes
89 Albânia Mehmeti
77 Eslováquia Vojtus
17 Portugal João Ribeiro
Comissão técnica
Nome Pos.
Portugal Abel Xavier T
Portugal Porfírio Amorim AS
Portugal Daniel Castro PF
Portugal Rui Pinto TG
Portugal Veloso Gomes MD
Portugal Fernando Belo FT
Portugal Miguel Bruno FT
Portugal Telmo Cunha TM
Itália Andrea Michelis SC
  • Capitão: Capitão
  • Capitão²: Sub. Capitão

Transferências 2013/2014[editar | editar código-fonte]

Mercado de Verão

Treinadores por década[editar | editar código-fonte]

Década de 50[editar | editar código-fonte]

1950-59

Década de 60[editar | editar código-fonte]

1960-69

Década de 70[editar | editar código-fonte]

1970-79

Década de 80[editar | editar código-fonte]

1980-89

Década de 90[editar | editar código-fonte]

1990-99

Primeira década do Século XXI[editar | editar código-fonte]

2000-2009

Segunda década do Século XXI[editar | editar código-fonte]

2010-Presente

Dirigentes[editar | editar código-fonte]

Presidente da Direcção : José Isidoro Sousa
Vice-Presidente Futebol Profissional: Dr. Miguel Ferreira
Vice-Presidente Modalidades Amadoras : Flóris Schaap
Vice-Presidente Administração e Finanças: Sérgio Correia
Vice-Presidente Instalações Sociais : Manuel Teixeira
Vice-Presidente Relações Públicas : Drª Lígia Sousa
Tesoureiro: José Cabrita
Direcção de Imprensa : José Palma e Ricardo Calé


Adeptos famosos[editar | editar código-fonte]

  • Portugal Cavaco Silva Ex primeiro-ministro e actual Presidente da República.
  • Portugal Manuel Cajuda, treinador de futebol.
  • Brasil André Jordan, empresário, fundador da Quinta do Lago.
  • Portugal Ruben Faria, piloto de motociclos, 2º classificado na edição de 2010 do Rally Paris-Dakar.
  • Portugal Pete tha Zouk, dj profissional e produtor musical.

Hino[editar | editar código-fonte]

(Música de Arcílio Palma e Letra de Eugénia Sousa)

Cantemos todos a hora é de Festa
O Olhanense vamos apoiar
Não há alegria maior que esta
A nossa equipa unida a jogar

Jogaremos mais e melhor
Lutaremos com arte, alegria
E sentiremos de novo o ardor
Do renascer da alma Algarvia

(REFRÃO)
Olhanense, Olhanense, à vitória
Bradam vozes das gentes de Olhão
A nossa força é a nossa história
És nosso clube, nosso campeão

E com saudade alguns recordamos
Os passados momentos de glória
Com muito treino e coragem façamos
Brilhar de novo a chama da vitória

Olhanense em ti confiamos
Tens contigo o calor da mocidade
E orgulhosos todos te aclamamos
Tu és a alma da nossa cidade

(REFRÃO)
Olhanense, Olhanense, à vitória
Bradam vozes das gentes de Olhão
A nossa força é a nossa história
És nosso clube, nosso campeão

Modalidades[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. http://www.ordens.presidencia.pt/
  2. olhanense.net: Equipa 2013/2014. Página visitada em 22 de julho de 2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]