Olho d'Água das Cunhãs

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Olho d'Água das Cunhãs
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Aniversário 30 de novembro de 1961
Fundação 30 de novembro de 1961
Gentílico olhodagüense
Prefeito(a) Rodrigo Oliveira[1] (DEM)
(2013–2016)
Localização
Localização de Olho d'Água das Cunhãs
Localização de Olho d'Água das Cunhãs no Maranhão
Olho d'Água das Cunhãs está localizado em: Brasil
Olho d'Água das Cunhãs
Localização de Olho d'Água das Cunhãs no Brasil
04° 08' 20" S 45° 07' 12" O04° 08' 20" S 45° 07' 12" O
Unidade federativa  Maranhão
Mesorregião Centro Maranhense IBGE/2008 [2]
Microrregião Médio Mearim IBGE/2008 [2]
Municípios limítrofes Norte: Lago Verde; Sul: Vitorino Freire; Leste: Bacabal; Oeste: Pio XII
Distância até a capital 287 km
Características geográficas
Área 552,619 km² [3]
População 18 505 hab. IBGE/2010[4]
Densidade 33,49 hab./km²
Altitude 30 m
Clima Tropical semi-úmido
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,571 baixo PNUD/2000 [5]
PIB R$ 66 037,193 mil IBGE/2008[6]
PIB per capita R$ 3 695,84 IBGE/2008[6]
Página oficial

Olho d'Água das Cunhãs é um município brasileiro do estado do Maranhão.

História[editar | editar código-fonte]

Criado pela Lei Nº 2158, de 30 de novembro de 1961, o município de Olho d’Água das Cunhãs, cujo território foi desmembrado de Bacabal, conserva a denominação que lhe foi dada pelo piauiense Vicente Rodrigues, que ali chegou em 1929, e por Marculino de Sousa Mourão, que se juntou a ele um ano depois.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se na Microrregião do Médio Mearim, Mesorregião do Centro Maranhense. Sua população estimada em 2009 era de 17.923 habitantes. A sua superfície é de 552,619 km².

Economia[editar | editar código-fonte]

O desenvolvimento do povoado que deu origem ao município decorreu principalmente da agricultura, ainda hoje base da economia municipal, se bem que a atividade comercial tenha crescido muito nos últimos anos,e com destaque para os serviços de bancos públicos e privados.

Sendo umas das suas principais base economicas na primeira década foi o cultivo de algodão, atualmente todas as suas terras são utilizadas para a pecuária e os agricultores denominam terras improdutivas. Foi criado em 1961.

Distritos[editar | editar código-fonte]

  • Centro do José Rodrigues
  • Bacuri da Linha
  • Barraquinha da Linha
  • Zé Chicão
  • Canela dos Ferreiras
  • Setúbal dos Barreiros
  • Francilina
  • Telêmacos
  • Pinheiro
  • Centro dos Gastões
  • Velosiana
  • Palmeiras
  • Igarapé das Palmeiras
  • Pinheiro
  • Centro dos Timóteo
  • Centro dos Tetéus
  • Novo Oriente
  • Centro do Novo Teotônio
  • Centro dos Baé
  • Centro do Guaribal
  • Centro do Socorro
  • Limoerio da Mata
  • Centro dos Lopes
  • Barraquinha do Torquato
  • Serrinha
  • Boa União
  • Santa Maria do Mazol
  • Fortaleza dos Gustavos
  • São Pedro
  • Piabanha
  • Taboca
  • Canta Galo

Referências

  1. Resultado Final eleições 2012 no Maranhão. Página visitada em 13/01/2013.
  2. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  3. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  4. Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  5. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  6. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Maranhão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.