Olhos-d'Água

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Olhos-d'Água
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Aniversário 21 de dezembro
Fundação 1845
Gentílico olhos-d'aguense [1]
Lema Trabalho e Confiança
Prefeito(a) Clever Aparecido Azevedo (PMDB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Olhos-d'Água
Localização de Olhos-d'Água em Minas Gerais
Olhos-d'Água está localizado em: Brasil
Olhos-d'Água
Localização de Olhos-d'Água no Brasil
17° 23' 49" S 43° 34' 22" O17° 23' 49" S 43° 34' 22" O
Unidade federativa  Minas Gerais
Mesorregião Norte de Minas IBGE/2008 [2]
Microrregião Bocaiúva IBGE/2008 [2]
Municípios limítrofes Diamantina e Bocaiúva
Distância até a capital 414 [3] km
Características geográficas
Área 2 092,078 km² [4]
População 5 416 hab. Estimativa IBGE/2012[5]
Densidade 2,59 hab./km²
Altitude 719 m
Clima semiárido[6]  Bsh
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,669 médio PNUD/2000 [7]
PIB R$ 6,525 56 mil IBGE/2008[8]
PIB per capita R$ 7 085,41 IBGE/2008[8]
Página oficial

Olhos-d'Água é um município brasileiro do estado de Minas Gerais. Sua população estimada em 2012 era de 5.416 habitantes.[5]

Localização e acesso[editar | editar código-fonte]

O município de Olhos d’Água está localizado na região norte do estado de Minas Gerais (figura 02), com sede nas coordenadas geográficas 17,40S de latitude e 43,57W de longitude (PNUD, 2000). A sua área total ocupa 1 936,0 km², e está contida nas folhas topográficas Bocaiúva (SE-23-X-C-III), Curimataí (SE-23-X-C-VI), Itacambira (SE-23-X- D-I) e Carbonita (SE-23-X- D-IV), escala 1:100.000, editadas pelo IBGE.

A sede municipal encontra-se a 751,00m de altitude e dista 416 km de Belo Horizonte, capital do estado, sendo acessada a partir dessa cidade por rodovia federal (BR-451,135). O município pertence à área mineira da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene).

Aspectos socioeconômicos[editar | editar código-fonte]

Os dados sócioeconômicos relativos ao município de Olhos d’Água foram obtidos a partir de pesquisa ao site do IBGE, censo 2000 (IBGE, 2000). A população registrada neste censo foi de 4 284 pessoas residentes na área. Desse total, 1 890 habitantes (44,11%) aglomera-se na sede municipal. A densidade demográfica e o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) municipal do município são respectivamente de 2,21 habitantes/km2 e de 0,669 (PNUD, 2000).

O sistema educacional restringe-se aos cursos de 10 e 20 graus, cursos mais avançados a população tem que se deslocar para centros mais desenvolvidos. Regionalmente Montes Claros é cidade mais próxima, com ofertas de cursos de nível universitários e técnicos. O município é desprovido de meio culturais e de lazer (IBGE, 2000). A maioria da população encontra-se na faixa etária 10 e 19 anos. A taxa de alfabetização para é de 75,8% (IBGE, 2000).

A rede geral de abastecimento de água atende a 49,46% dos domicílios, enquanto 45,22% são providos por poços ou nascentes na propriedade e 5,3% possuem outra forma de abastecimento de água (IBGE, 2000).

O município não possui rede de esgotamento sanitário. Os dados do censo do IBGE demonstram que 63,9% dos domicílios têm fossa séptica, e 36,1% não têm instalação sanitária. A maioria do lixo gerado é coletada (44,9%) pelo serviço de limpeza, enquanto 55,1% são queimados ou jogados em terreno baldio ou ainda nas drenagens.

A agricultura é basicamente de subsistência.Na pecuária criação de galináceos, bovinos, suínos e eqüinos. O reflorestamento é uma das atividades principais do município, sendo o eucalipto o mais cultivado, notadamente para produção de carvão vegetal, e é o maior responsável pela geração de empregos e de divisas (IBGE, 2000). Os recursos minerais mais importantes estão relacionados a extração de ouro e diamantes a cidade e um dos polos mas bem sucedidos do brasil na extração de mineiros, utilizados como fundentes ou na na fabricação para peças para aeronaves,carros e eletrodomésticos como muitas outras coisas, em fornos de tijolos e diamantes e de quartzo e RIMA, localizadas no município de Bocaiúva; além de diamantes garimpados ao longo do rio Jequitinhonha.

Aspectos fisiográficos[editar | editar código-fonte]

A temperatura média anual 25ºC. O índice pluviométrico é de 1 100 mm anuais. O relevo apresenta topografia plana de 30%, ondulado 30% e montanhosa 40%, a altitude máxima é de 925 m e a mínima de 700 m. O cerrado representa o principal tipo de vegetação. Os principais rios que drenam o município são: Jequitinhonha, Macaúbas, Curral e Ferreiros. O solo é silto-arenoso com teores de cálcio elevados e baixo fósforo e potássio (ENCICLOPÉDIA, 1998).

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

-A cidade juntamente com Bocaiúva, Buenópolis e Diamantina abriga o Parque Nacional das Sempre Vivas.

-Parte da Serra do Espinhaço está localizada em terras Olhosdaguenses.

-Dr. José Agostinho Vieira de Mattos, médico do Imperador Dom Pedro II nasceu em Ribeirão, distrito pertencente a Olhos d' Água.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. IBGE Cidades@ O Brasil Município por Municipio Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Visitado em 19 de agosto de 2009.
  2. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  3. distancias-bhmunicipios Distâncias BH/Municípios Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER/MG). Visitado em 19 de agosto de 2009.
  4. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 dez. 2010.
  5. a b Estimativas da população residente nos municípios brasileiros com data de referência em 1 de julho de 2012 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (31 de agosto de 2012). Visitado em 31 de janeiro de 2013.
  6. World Map of the Köppen-Geiger climate classification World Map of the Köppen-Geiger climate classification Institute for Veterinary Public Health. Visitado em 24 de fevereiro de 2010.
  7. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  8. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 11 dez. 2010.
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.