Olifante

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde novembro de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
O famoso olifante de Rolando, hoje na Catedral de Santiago de Compostela
Esta miniatura de Jean Fouquet mostra Rolando morto com o olifante a seu lado

Olifante é o nome de um instrumento sonoro da Idade Média, uma espécie de corneta feita de marfim de elefantes, donde provém seu nome. Era usado no exército e em caçadas para emitir sinais e chamados sonoros simples, uma vez que não possui orifícios para produção de escalas. Usualmente eram levados em batalhas pelos comandantes, para reunir ou avisar as tropas, sendo um dos emblemas do comando. Podiam ser ricamente decorados com entalhes ou aplicações de adornos em metal.

O olifante é citado na Canção de Rolando. Neste célebre poema, Rolando, um cavaleiro franco, leva consigo um olifante enquanto servia na retaguarda do exército de Carlos Magno. Quando foram atacados, na Batalha de Roncesvales, Oliver diz para Rolando soar o olifante para chamar por ajuda, mas o herói se nega a fazê-lo. Quando finalmente concorda, já é tarde demais, estando a batalha já quase perdida. Então ele tenta quebrar seu olifante e sua espada, para que não caíssem em mãos do inimigo.

Ver também[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Olifante
Ícone de esboço Este artigo sobre um Instrumento musical é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.