Oliveira do Douro (Vila Nova de Gaia)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
 Portugal Oliveira do Douro  
—  Freguesia  —
Brasão de armas de Oliveira do Douro
Brasão de armas
Localização no concelho de Vila Nova de Gaia
Localização no concelho de Vila Nova de Gaia
Oliveira do Douro está localizado em: Portugal Continental
Oliveira do Douro
Localização de Oliveira do Douro em Portugal
41° 07' 58" N 8° 35' 15" O
País  Portugal
Concelho VNG1.png Vila Nova de Gaia
 - Tipo Junta de freguesia
Área
 - Total 6,72 km²
População (2011)
 - Total 22 383
    • Densidade 3 330,8/km2 
Código postal 4430-381 V N Gaia
Orago Santa Eulália
Correio electrónico jfo.douro@mail.telepac.pt
Sítio http://www.oliveiradouro.ciberjunta.com

Oliveira do Douro é uma freguesia portuguesa do concelho de Vila Nova de Gaia, com 6,72 km² de área e 22 383 habitantes (2011). Densidade: 3 330,8 hab/km².

As principais actividades económicas são as indústrias de calçado, metalurgia e candeeiros, além de variado comércio.

Património[editar | editar código-fonte]

História[editar | editar código-fonte]

Os mais antigos Diplomas relacionados com a freguesia datam do século XI e neles vêm referidas algumas das "villas"que mais tarde a constituíram. Os domínios de Oliveira do Douro têm um importante passado, que contribuiu para a História Regional. A sua localização percorre a margem esquerda do Rio Douro, ponto de passagem obrigatório para quem pretendia transpôr o território para o Norte e a proximidade com a estrada Romana e com a "Calle" dão-lhe um relevo considerável.

As origens da freguesia situam-se na conquista da Península pelos Romanos, detida na Lusitânia, que se integrava em todo o domínio que hoje constitui Oliveira do Douro, sendo o Rio Douro o limite a Norte das suas fronteiras. Sucederam-se, quatro séculos depois, as invasões dos povos Bárbaros que muito fez sofrer esta gente, assim como foi vítima das grandes pestes que assolaram a região nos princípios dos século XV.

A Paróquia de Oliveira do Douro já se encontra constituída a partir de meados do século XIII. Porém, no século XVI já nos aparece o primeiro Recenseamento da população da freguesia. Fez-se por Carta Régia de D. João III, a 17 de Julho de 1527.

As suas principais características sócio-económicas estavam ligadas aos pescadores do Areínho, aos Moleiros, aos Moinhos de Vidro, às Procissões do "Corpus Christi" e dos Moleiros de Quebrantões, às Lavadeiras e à agricultura em geral.

A freguesia de Oliveira do Douro, tal como tem sucedido através dos tempos, tem sido centro de fixação de gentes oriundas de diversas partes do país. A proximidade com a cidade do Porto explica o fenómeno da construção de habitações que aqui se está a registar presentemente e que fazem dela uma das maiores freguesias da Área Metropolitana do Porto.

Oliveira do Douro e as suas belezas povoam as obras de Camilo Castelo Branco (Romaria de Sant’Ana), de Ramalho Ortigão (Passeios a Quebrantões e ao Areínho), de Júlio Dinis (Areínho) e de Almeida Garrett, este último que viveu em Oliveira do Douro, no Colégio do Sardão, onde a Fonte de S. Domingos o inspirou profundamente.

Com os seus locais aprazíveis e de interesse turístico, a freguesia vira-se para a descoberta: os Arcos do Sardão (monumento nacional), o Monte da Virgem, o Areínho, o Lugar de Registo, as Quintas junto ao rio, são as grandes referências.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.