OGC Nice

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
OGC Nice, Nice
OGC Nice.svg
Nome Olympique Gymnaste Club de Nice-Côte d'Azur
Alcunhas Les Aiglons
Le Gym
I'OGCN
Fundação 1904 (110 anos)
Estádio Allianz Riviera
Capacidade 35.624
Localização Nice, França
Presidente França Jean-Pierre Rivère
Treinador França Claude Puel
Material esportivo Suíça Burrda
Competição França Ligue 1
L1 2013-14 17º colocado
Website OGCNice.com
Kit left arm nice1415h.png Kit body nice1415h.png Kit right arm nice1415h.png
Kit shorts.png
Kit socks.png
Uniforme
titular
Kit left arm nice1415a.png Kit body nice1415a.png Kit right arm nice1415a.png
Kit shorts.png
Kit socks.png
Uniforme
alternativo
Kit left arm nice1415t.png Kit body nice1415t.png Kit right arm nice1415t.png
Kit shorts.png
Kit socks.png
Uniforme
alternativo
Temporada atual
editar

Olympique Gymnaste Club de Nice Côte d'Azur (Pronúncia francesa: [ɔlɛ̃pik ʒimnast nis kot daˈzyʁ]; comumente chamado de OGC Nice ou simplesmente de Nice) é um clube de futebol francês, da cidade de Nice. O clube foi fundado em 1904 e atualmente joga na Ligue 1, a primeira divisão do futebol francês. Seu estádio é o Allianz Riviera, que tem capacidade para 35.624 pessoas.[1] O Nice tem como técnico o francês Claude Puel e como capitão o meio-campista Didier Digard.

O Nice foi fundado sobre o nome Gymnaste Club de Nice e é um dos membros fundadores da primeira divisão do futebol francês. Junto com o Marselha, Montpellier, Rennes e Sochaux, o Nice é o único clube que jogou a temporada inaugural da Ligue 1, ocorrida em 1932-33, e ainda a joga nos dias de hoje. O clube já ganhou a Ligue 1 por quatro vezes e Copa da França por três vezes. O clube conseguiu a maior parte de seus títulos na década de 50, época em que foi treinador por técnicos como Numa Andoire, o inglês William Berry e Jean Luciano. O último título do clube foi em 1997, quando venceu a Copa da França, derrotando o Guingamp na final por um placar de 4-3 nos pênaltis. As cores do Nice são vermelho e preto.

Durante o período de sucesso na década de 50, o Nice esteve entre os clube franceses que conseguiram integrar, com sucesso, jogadores estrangeiros no elenco, entre eles os argentinos Héctor de Bourgoing e Pancho González, o luxemburguês Victor Nurenberg e o espanhol Joaquín Valle. Valle é o maior marcador de todos os tempos do clube, sendo considerado também o melhor jogador da história do Nice.[2]

História[editar | editar código-fonte]

O Olympique Gymnaste Club Nice Côte d'Azur foi fundado no distrito residencial de Les Baumettes em 9 de julho de 1904 sobre o nome Gymnaste Club de Nice. O clube foi fundado pelo Marquês de Massengy d'Auzac, que servia como presidente da Fédération Sportive des Alpes-Maritimes. Como o próprio nome já dizia, o clube primariamente se focou em esportes como ginástica e atletismo. Em 6 de julho de 1908, em um esforço para permanecer afiliado à FSAM e se juntar à federação amadora USFSA, a reguladora do futebol francês na época, o Gymnaste Club de Nice se dividiu em duas seções, com a nova seção do clube sendo nomeada como Gymnastes Amateurs Club de Nice. A nova seção deu origem ao clube de futebol e, depois de duas temporadas, os dois clube se fundiram. Em 20 de setembro de 1919, Nice se fundiu com o Gallia Football Athlétic Club, clube local, e, consequentemente, adotou a combinação de preto e vermelho como as cores do clube. Em 1920, o clube estava jogando na Ligue du Sud-Est, uma liga regional que estava sobre a vigilância da Federação Francesa de Futebol. Enquanto jogava nesse campeonato, o Nice desenvolveu rivalidades com o Cannes e o Olympique de Marseille. O confronto entre Nice e Cannes é conhecido como Derby de la Côte d'Azur. Em 22 de dezembro de 1924, o clube mudou seu nome para Olympique Gymnaste Club de Nice.

Em julho de 1930, o conselho nacional da Federação Francesa de Futebol votou pelo profissionalismo do futebol francês. O Nice, junto com muitos clubes do sul, estava entre os primeiros clubes que adotaram o novo estatuto e, consequentemente, virando profissional, também estando entre os membros fundadores da nova liga. Na temporada inaugural, de 1932-33, o Nice terminou em 7º lugar no seu grupo. Na temporada seguinte, terminou em 13º e foram rebaixados. O clube não jogou a temporada seguinte, retornando em 1936 para jogar a Division 2. Nice passou os três anos seguintes jogando na segunda divisão. Em 1939, o futebol profissional foi abolido na França devido a Segunda Guerra Mundial. Apesar disso, Nice continuou a jogar futebol sobre o status de amador com o clube participando da Ligue du Sud-Est em 1939 e na Ligue du Sud nas temporadas seguintes.

Depois da guerra, o Nice retornou ao futebol profissional e foram inseridos na segunda divisão. O clube conseguiu a promoção para a primeira divisão de 1948-1949 sob a liderança do técnico austríaco Anton Marek. Depois de duas temporadas terminando no top dez, Nice, agora sobre a liderança do técnico Jean Lardi, conseguiu o primeiro título de sua história: o título da liga na temporada 1950-1951. Liderados pelos franceses Antoine Bonifaci, Abdelaziz Ben Tifour, Marcel Domingo e Jean Courteaux, além da dupla argentina Pancho González e Luis Carniglia e do sueco Pär Bengtsson, Nice ganhou a liga apesar de terminar empatada em pontos com o Lille. O Nice foi declarado campeão devido ao número maior de vitórias (18) em relação ao Lille (17).[3] Na temporada seguinte, já com o novo técnico Numa Andoire, o Nice ganhou a dobradinha depois de ganhar tanto a liga quanto a Copa da França. Na liga, o clube defendeu seu título contra o Bordeaux e o Lille. Na final da Copa da França, Nice encarou o Bordeaux e derrotou o clube de Aquitânia com um placar de 5-3, com os 5 gols do time sendo marcados por cinco jogadores do time.

O Nice continuou seu período de vitórias nessa década ganhando a Copa da França pela segunda vez em 1954. O clube, sendo liderado agora pelo então jovem e desconhecido Just Fontaine, encarou os rivais do Marselha e conseguiu um vitória de 2-1, com gols de Carniglia e Victor Nurenberg. O Carniglia se retirou do futebol após essa temporada e começou a treinar o Nice. Em sua primeira temporada no cargo, Nice ganhou a liga pela terceira vez após ter passado a temporada inteira lutando contra os rivais Marselha e Monaco, assim como o Lens e o Saint-Étienne. Depois dessa campanha, Fontaine trocou o clube pelo Stade Reims. Três anos depois, o clube ganhou seu último título da década em 1959. O clube terminou a década (1950-1959) tendo ganho quatro títulos da liga e dois troféus da Copa da França. O Nice também apareceu em uma competição européia pela primeira vez na temporada de 1959-1960 com o clube perdendo para o Real Madrid nas quartas de final.

Frédéric Antonetti liderou o Nice até a final da Copa da Liga de 2006

Nas décadas seguintes, o Nice tentou igualar o sucesso da década de 50 com o Reims e, mais tarde, o Saint-Étienne superando o clube nas décadas de 60 e 70. Durante este período, o Nice competiu regularmente nas Division 1 com exceção de duas temporadas na Division 2 em 1965 e em 1970. Em 1973 e em 1976, o Nice conseguiu um 2º lugar na liga, sua melhor posição desde seu título em 1959. Entretanto, depois da campanha de 1976, durante as seis temporadas seguintes, o clube terminou nas últimas posições, sendo rebaixado na temporada 1981-82 depois de terminar em 19º. Nice jogou três temporadas na segunda divisão antes de retornar a primeira em 1985. Depois de seis temporadas terminando em posições intermediárias, o Nice estava de volta a Division 2.

Em 1997, o Nice, de volta à primeira divisão, surpreendeu muitos ao ganhar a Copa da França. A vitória, entretanto, não chocou a maioria dos entusiastas do futebol francês devido ao clube só ter enfrentado clubes da Division 2, com exceção do SC Bastia, em sua caminhada até a final. Na final, o Nice derrotou o Guingamp por 5-4 nos pênaltis. Entretanto, dias depois de ganhar a Copa da França, foi rebaixado da primeira divisão. O clube passou cinco temporadas na Ligue 2 e retornou para a Ligue 1 na temporada 2001-02. Na preparação para a temporada, o Nice não conseguiu atingir os requerimentos financeiros determinados pela DNCG e consequentemente foi para o Championnat National, a terceira divisão do futebol francês. Entretanto, depois de conseguir estabilidade financeira, conseguida principalmente pela venda de alguns jogadores, o Nice foi permitido na Ligue 1. Na temporada 2005-06, o Nice chegou a final da Copa da Liga, perdendo para o Nancy por 2-1.

Jogadores famosos[editar | editar código-fonte]

Elenco atual[editar | editar código-fonte]

Em 19 de junho de 2014.[4]

Goleiros
Jogador
16 França Lucas Veronese
40 França Mouez Hassen
Defensores
Jogador Pos.
5 França Kévin Gomis Z
4 França Nemanja Pejčinović Z
21 Gabão Lloyd Palun Z
25 Haiti Romain Genevois Z
31 Senegal Moussa M’Bow Z
24 França Mathieu Bodmer Z
15 França Grégoire Puel LD
3 França Timothée Kolodziejczak LE
Meio-campistas
Jogador Pos.
22 França Nampalys Mendy V
6 França Didier Digard Capitão M
7 França Fabrice Abriel M
8 Mali Mahamane Traoré M
10 Bélgica Christian Brüls
(emprestado pelo Gent)
M
11 França Éric Bauthéac M
13 França Valentin Eysseric M
17 França Kévin Anin M
20 Países Baixos Luigi Bruins M
27 Madagáscar Raheriharimanana M
28 França Fabien Dao Castellana M
TBA Brasil Carlos Eduardo M
Atacantes
Jogador
9 França Xavier Pentecôte
12 Argentina Darío Cvitanich
14 França Jérémy Pied
18 França Neal Maupay
19 França Jordan Astier
23 França Alexy Bosetti
Comissão técnica
Nome Pos.
França Claude Puel T
França Frédéric Gioria AS
França Guy Mengual AS
França Roger Propos PF
França Alexandre Dellal PF
França Bernard Cora PF
França Bruno Valencony TG
França Lionel Letizi TG
França Jean-Philippe Gilardi MD
França Philippe Boulon FT
França Rémi Garcia FT

Títulos[editar | editar código-fonte]

França Campeonato Francês: 4

(1950-51, 1951-52, 1955-56 e 1958-59)

França Segunda Divisão Francêsa: 4

(1947-48, 1964-65, 1969-70 e 1993-94)

França Terceira Divisão Francêsa: 2

(1984-1985 e 1988-1989)

França Copa da França: 3

(1952, 1954 e 1997)

Uniformes[editar | editar código-fonte]

Uniformes atuais[editar | editar código-fonte]

  • 1º - Camisa com listras vermelha e preta, calção e meias pretas;
  • 2º - Camisa branca, calção e meias brancas;
  • 3º - Camisa azul, calção e meias azuis.
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
1º Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2º Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
3º Uniforme

Uniformes anteriores[editar | editar código-fonte]

  • 2011-12
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Terceiro
  • 2010-11
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Terceiro
  • 2009-10
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
  • 2008-09
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Terceiro
  • 2007-08
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

As tabelas abaixo mostram as performances do clube nas últimas temporadas no Campeonato Francês e na Copa da França

     Campeão.
     Vice-campeão.
     Promovido.
     Rebaixado.


Lista de treinadores[editar | editar código-fonte]

Período Nome Nacionalidade
julho de 1932 a novembro de 1933 Jim MacDewitt Escócia
novembro de 1933 a julho de 1934 Tandler-Kramer-Bell  Inglaterra
julho de 1935 a julho de 1937 Emmanuel Levy Honduras
julho de 1937 a outubro de 1937 Karel Kudrna  Tchecoslováquia
outubro de 1937 a julho de 1938 Ricardo Zamora  Espanha
julho de 1938 a julho de 1939 Josep Samitier  Espanha
julho de 1945 a dezembro de 1946 Luis Valle  Espanha
dezembro de 1946 a dezembro de 1946 Maurice Castro  França
dezembro de 1946 a julho de 1947 Jean Lardi  França
julho de 1947 a julho de 1949 Anton "Tony" Marek  Áustria
julho de 1949 a julho de 1950 Emile Veinante  França
julho de 1950 a dezembro de 1950 Ely Rous  França
dezembro de 1950 a janeiro de 1951 Jean Lardi  França
fevereiro 1951 a novembro de 1952 Numa Andoire  França
dezembro de 1952 a julho de 1953 Mario Zatelli  França
julho de 1953 a julho de 1955 George William Berry  Inglaterra
julho de 1955 a julho de 1957 Luis Antonio Carniglia  Argentina
julho de 1957 a julho de 1962 Jean Luciano  França
julho de 1962 a julho de 1964 Numa Andoire  França
julho de 1964 a julho de 1969 Pancho González  Argentina
julho de 1969 a setembro de 1971 Léon Rossi  França
outubro de 1971 a julho de 1974 Jean Snella  França
julho de 1974 a novembro de 1976 Vlatko Marković Iugoslávia
dezembro de 1976 a janeiro de 1977 Jean-Marc Guillou  França
fevereiro de 1977 a julho de 1978 Léon Rossi  França
julho de 1978 a janeiro de 1979 Koczur Ferry  Hungria
de février 1979 a julho de 1979 Albert Batteux  França
julho de 1979 a julho de 1980 Léon Rossi  França
julho de 1980 a agosto de 1981 Vlatko Marković Iugoslávia
setembro de 1981 a julho de 1982 Marcel Domingo  França
julho de 1982 a julho de 1987 Jean Sérafin  França
julho de 1987 a julho de 1989 Nenad Bjekovic Iugoslávia
julho de 1989 a outubro de 1989 Pierre Alonzo  França
novembro de 1989 a julho de 1990 Carlos Bianchi  Argentina
julho de 1990 a novembro de 1990 Jean Fernandez  França
dezembro de 1990 a outubro de 1992 Jean-Noël Huck  França
novembro de 1992 a agosto de 1996 Albert Emon  França
agosto de 1996 a dezembro de 1996 Daniel Sanchez  França
dezembro de 1996 a outubro de 1997 Silvester Takač Iugoslávia
outubro de 1997 a março de 1998 Michel Renquin  Bélgica
abril de 1998 a julho de 1998 Silvester Takač Iugoslávia
julho de 1998 a janeiro de 1999 Victor Zvunka  França
janeiro de 1999 a julho de 2000 Guy David  França
2000 a 2002 Sandro Salvioni  Itália
2002 a abril de 2005 Gernot Rohr  Alemanha
abril de 2005 ao fim de 2005 Gérard Buscher  França
fim de 2005 a 2009 Frédéric Antonetti  França
2009 a março de 2010 Didier Ollé-Nicolle  França
março de 2010 a novembro de 2011 Éric Roy  França
novembro de 2011 a maio de 2012 René Marsiglia  França
desde maio de 2012 Claude Puel  França

Referências

  1. ESPN. New Nice stadium to be finished by 2013 (em inglês).
  2. OGC Nice. Joaquin Valle Benitez: 339 buts en 407 matchs avec le Gym (em francês).
  3. OGC Nice. Champion de France 1951 (em inglês).
  4. "Equipe profissional", OGC Nice. Página visitada em 12 de fevereiro de 2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]