Omari Tetradze

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Omar Tetradze
ომარ თეთრაძე
Tetradzeom.jpg
Informações pessoais
Nome completo Omari Mikhaylovich Osipov
Omari MikhaylovichTetradze
Data de nasc. 13 de Outubro de 1969 (44 anos)
Local de nasc. Velospiri,  União Soviética
Nacionalidade  Rússia,  Geórgia e com passaporte da  Grécia.
Altura 1,76 m
Informações profissionais
Clube atual Aposentado
Posição Defensor
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
1987–1989
1990
1991–1994
1995–1996
1997–1999
1999–2001
2002
2003
2004–2005
União das Repúblicas Socialistas Soviéticas Dínamo Tbilisi
União das Repúblicas Socialistas Soviéticas Mertskhali Ozurgeti
União das Repúblicas Socialistas Soviéticas Rússia Dínamo Moscou
Rússia Alania Vladikavkaz
Itália Roma
Grécia PAOK Tessalônica
Rússia Alania Vladikavkaz
Rússia Anzhi Makhachkala
Rússia Krylya Sovetov
24 (0)
30 (4)
101 (11)
61 (1)
15 (0)
60 (2)
29 (0)
40 (1)
26 (0)
Seleção nacional
1991
1992
1992–2002
Flag of the Soviet Union.svg União Soviética Olímpica
CIS.svg CEI
Flag of Russia.svg Rússia
5 (0)
3 (0)
37 (1)

Omari Mikhaylovich Tetradze ou simplesmente Omar Tetradze - respectivamente, em russo, Омари Михайлович Тетрадзе e, em georgiano, ომარ თეთრაძე (Velospiri, 13 de outubro de 1969) - é um ex-futebolista e treinador de futebol georgiano naturalizado russo. Também possui passaporte grego.

Carreira[editar | editar código-fonte]

O lateral-direito iniciou a carreira em 1987, no Dínamo Tbilisi, principal clube da então RSS da Geórgia. Após passar o ano de 1990 no obscuro Mertskhali Ozurgeti, trocou de Dínamo, desta vez para o de Moscou, ficando no clube até 1994, ano em que disputou a Copa do Mundo dos EUA pela Rússia (sendo um dos vários não-russos do elenco).

Jogara também pela seleção da CEI, mas não foi chamado para a Eurocopa de 1992, o único torneio disputado por esta; e pelo time olímpico da Seleção Soviética que não obteve a classificação para os Jogos de Barcelona, também realizados em 1992.

Em 1995 foi para o Spartak-Alania Vladikavkaz, onde seria campeão russo, quebrando a série de títulos do Spartak Moscou no campeonato; o clube osseta, inclusive, seria até 2002 o único clube não-moscovita a ganhar o título, e, até 2007 (quando o Zenit São Petersburgo foi campeão) o único fora da capital a ganhar. Ficaria no Alania até o ano seguinte, para depois transferir-se para a Roma, atraída pela sua boa performance na Eurocopa 1996, em contraste com a péssima campanha russa no torneio.

Em 1999, Tetradze foi para o PAOK da Grécia, onde levantaria uma Copa daquele país em 2001. Voltou à Rússia em 2002, em nova passagem no Alania, com o objetivo de conquistar lugar no selecionado nacional a ser convocado para a Copa do Mundo da Coreia e do Japão, mas acabou não incluído entre os 23 escolhidos. Encerrou a carreira em 2005, no Krylya Sovetov, passando a integrar a comissão técnica do clube a partir da temporada seguinte.

Outras funções[editar | editar código-fonte]

Antes de se aposentar, Tetradze tinha sido jogador e auxiliar técnico do FC Anzhi Makhachkala, em 2003. Em 2007, ele passou a ser o treinador da equipe do Daguestão, sendo um dos responsáveisa a levar o Anzhi à Primeira Divisão. Porém, após um início fraco, Tetradze acabou demitido. Após passar pelo Volga Nizhny Novgorod, treinou ainda o FC Khimki, clube da região metropolitana de Moscou. Atualmente, comanda o FC Zhetysu do Cazaquistão.

Mudança do sobrenome[editar | editar código-fonte]

Originalmente nascido como Omari Mikhaylovich Osipov, usou o nome verdadeiro até os 18 anos, quando passou a assinar como Tetradze, sobrenome de sua avó. Com os movimentos de independência que eclodiam pela URSS, isto poderia afetar sua carreira.

Chegou a pensar em adotar o sobrenome antigo, mas declinou ao descobrir que isto causaria sérios problemas a ele.