Omento

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Gray987.png

Epíploon (Portugal), epiplon (Brasil) ou Omento corresponde a dois folhetos do peritônio (revestimento mesotelial da cavidade abdominal) unidos e que conectam duas vísceras entre eles. Não deve ser confundido com um ligamento, nem com um meso que ligam vísceras à parede da cavidade abdominal com peritônio parietal (ex: o mesentério do intestino grosso).

Há dois grandes omentos ou epiplones:

Omento Menor ou Pequeno Epiplon- liga-se da pequena curvatura do estômago e parte proximal do duodeno ao hilo hepático. A maioria das fontes divide-o em duas partes:

  • Hepatogástrico: do fígado à pequena curvatura do estômago;
  • Hepatoduodenal: do fígado à região proximal do duodeno.

Omento Maior ou Grande Epilon - vai da grande curvatura do estômago e conecta o estômago ao diafragma, baço e cólon transverso; é longo, chega a atingir a pelve. É dividido em três partes, o ligamento gastrocólico; a esquerda, ligamento gastroesplênico; e a superior, ligamento gastrofrênico - fixado ao diafragma.

É semelhante a um “avental”, anteriormente às alças intestinais. Sua posição é resultado do movimento das vísceras durante o desenvolvimento.

Patologias[editar | editar código-fonte]

Pode ser removido caso esteja infeccionado ou tenha entrado em contato com tumores, com cuidado para preservar os vasos sanguíneos gastroepiplóicos. Sem maiores complicações.

Ícone de esboço Este artigo sobre Anatomia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.