Ondas transversais

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Ondas transversais são aquelas em que a direção de vibração é perpendicular à direção de propagação da onda.

Uma onda em uma corda é um exemplo de onda transversal, pois quando a movimentamos no sentido vertical (para cima e para baixo), uma onda se propaga pela corda na direção horizontal (da esquerda para a direita), nesse caso cada ponto ao longo da corda realiza um movimento vertical, perpendicular ao movimento da onda com relação a corda.

A onda se propaga no sentido horizontal e vibra no sentido vertical

Polarização[editar | editar código-fonte]

Apenas ondas transversais podem ser polarizadas. Exemplos de ondas de corpo transversais são as ondas sísmicas secundárias ou S, que se propagam da direita para a esquerda, com a superfície movimentando-se perpendicularmente à direcção de propagação da onda sísmica.

Velocidade transversal da Onda[editar | editar código-fonte]

O deslocamento da onda no sentido vertical é descrito por

  y = A\sin(kx-\omega t)

Onde:

A é a amplitude da onda;

k=\frac{2 \pi}{\lambda} é o número de onda;

x é o a posição horizontal;

\omega é a velocidade angular.


Derivando a posição y em relação ao tempo temos a velocidade em y, ou seja, a velocidade transversal

 u = \frac{ \partial y}{ \partial t } = -\omega A \cos(kx-\omega t)

Referências[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre física é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.