Only Angels Have Wings

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Only Angels Have Wings
Paraíso infernal (PT/BR)
Jean Arthur como a personagem Bonnie Lee.
 Estados Unidos
1939 • p&b • 121 min 
Direção Howard Hawks
Roteiro Howard Hawks História
Jules Furthman Texto
Elenco Cary Grant
Jean Arthur
Rita Hayworth
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

Only Angels Have Wings (Paraíso infernal) é um filme de 1939 dirigido por Howard Hawks, com Cary Grant e Jean Arthur. É considerado um dos melhores filmes de Howard Hawks, especialmente pelo seu retrato do profissionalismo dos pilotos, a sua atmosfera, e as seqüências de voo.

Este filme inspirou a série televisiva de 1983, Tales of the Gold Monkey.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Geoff Carter (Cary Grant) é um piloto e o gerente de uma pequena e mal-solvente companhia aérea. Esta companhia transporta correio da cidade portuária de Barranca (abreviação de Barrancabermeja) na Colômbia, sobre as montanhas da Cordilheira dos Andes. Bonnie Lee (Jean Arthur) é uma pianista que quando chega a cidade se apaixona por Carter, apesar de sua profissão perigosa; Bonnie resolve ficar em Barranca (não a convite de Carter, como ele insiste em dizer).

A situação se complica pelo aparecimento de Bat Kilgallen (Richard Barthelmess) e sua esposa Judy (Rita Hayworth). Kilgallen é um piloto rejeitado pelos outros porque ele abandonou uma vez seu avião, deixando o seu mecânico - o irmão de 'Kid' Dabb (Thomas Mitchell), e melhor amigo de Carter - para ser morto no acidente resultante. Carter se recusa a contratar Bat até que Judy, uma antiga amante de Carter, pede uma chance para seu marido.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]