Only One Flo (Part 1)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde dezembro de 2011). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Only One Flo (Part 1)
Álbum de estúdio de Flo Rida
Lançamento Estados Unidos 30 de novembro de 2010
Reino Unido 13 de dezembro de 2010
Gênero(s) Hip hop, dance
Duração 27:11
Formato(s) CD, Digital Download
Gravadora(s) Atlantic, Poe Boy
Produção David Guetta, Max Martin, Dr. Luke, DJ Frank E, Mike Caren, Knobody
Cronologia de Flo Rida
Último
Último
R.O.O.T.S.
(2009)
Wild Ones
(2012)
Próximo
Próximo
Singles de Onl One Flo (Part 1)
  1. "Club Can't Handle Me"
    Lançamento: 20 de junho de 2010
  2. "Turn Around (5, 4, 3, 2, 1)"
    Lançamento: 8 de novembro de 2010
  3. "Who Dat Girl"
    Lançamento: 2 de dezembro de 2010

Only One Flo (Part 1) é o terceiro álbum de estúdio do rapper, cantor e compositor Flo Rida, que foi lançado em 30 de novembro de 2010.[1] O álbum não teve muita repercussão, pois na primeira semana, vendeu apenas 11.000 cópias nos Estados Unidos.

Antecedência[editar | editar código-fonte]

A produção executiva ficou por conta de Mike Caren, Elvin "Big Chuck" Prince, Eric "E Class" Prince e Lee "Freezy" Prince, além da colaboração do próprio Flo Rida. Este é o primeiro álbum de Flo Rida pela Poe Boy Entretenimento, e também o primeiro dos três à não receber o selo de "Consulta Parental". O álbum conta com participações de vários artistas, entre os cantores que colaboraram neste são Kevin Rudolf e Akon, e entre os rappers convidados, incluem na lista Ludacris e Gucci Mane. O álbum era para, originalmente, conter como convidados, os rappers Lil' Wayne e Jay Rock[2] . A produção foi realizada pelo DJ francês David Guetta, em conjunção com outros produtores como Max Martin, DJ Frank E e conhecido Dr. Luke[2] .

Recepção[editar | editar código-fonte]

Recepção crítica[editar | editar código-fonte]

Após a seu lançamento, “Only One Flo (Part 1)” recebeu críticas mistas dos demasiados críticos musicais[3] . No Metacritic, que atribui uma avaliação normalizada em 100 pontos máximos, o álbum recebeu uma pontuação média de 58, com base 5 revisões, o que indica "mistas ou médias avaliações"[3] . David Jeffries, da Allmusic, deu ao álbum três estrelas e meia, da nota total que é cinco estrelas, ressaltando as origens dos clubes noturnos presente no álbum. Ele particularmente elogiou a produção de "Who Dat Girl" e do sample de George Kranz e Yello em "Turn Around (5, 4, 3, 2, 1)" [4] . Mikael Wood, da Weekly Entretenimento, deu ao álbum um "C" como classificação, lamenta que a qualidade das canções não vão além de "Club Can’t Handle Me". Ele também sentiu que o aparecimento de Ludacris e Gucci Mane em "Why You Up in Here", ofuscaram Flo Rida na faixa.

Performance comercial[editar | editar código-fonte]

O álbum foi um fracasso comercial, estrelando no número 107 na Billboard 200, com vendas de aproximadamente 11.000 cópias[5] . O álbum também alcançou o número 82 nas avaliações da Austrália[6] .

Single[editar | editar código-fonte]

Um single promocional, chamado "Zoosk Girl", cujo participa T-Pain, foi lançado na internet, embora a música não estar incluída no álbum, o single tem o seu próprio videoclipe[7] . Em 28 de junho de 2010, Flo Rida lançou a música "Club Can’t Handle Me", que credita David Guetta como convidado, que é indicado para ser o primeiro single oficial do álbum. A música também foi destaque na trilha sonora do filme “Step Up 3D[8] . Em 2 de novembro de 2010, "Come With Me" foi lançado como o primeiro single promocional do álbum, juntamente com "Puzzle", produzido e colaborado por Electrixx, que não é incluído no álbum. Em 16 de novembro de 2010, "Turn Around (5, 4, 3, 2, 1)" foi lançado como o segundo single oficial de promoção do álbum através do iTunes[9] . Ele estreou no “Australian Singles Chart” no número trinta e quatro em 29 de novembro de 2010[10] .

Outras faixas[editar | editar código-fonte]

Após o lançamento do álbum no Reino Unido, "Who Dat Girl" começou a receber uma quantidade valorosa de downloads, assim fazendo com que ela ficasse na posição 31 nas avaliações do UK R&B Charts[11] .

Lista das músicas[editar | editar código-fonte]

N.º Título Produtor(es) Duração
1. "On and On" (com Kevin Rudolf) Axwell 2:58
2. "Turn Around (5, 4, 3, 2, 1)"   DJ Frank E, Dada Life 3:20
3. "Come with Me"   Infinity; Antario "Tario" Holmes 3:02
4. "Who Dat Girl" (com Akon) Dr. Luke, Max Martin, Benny Blanco 3:19
5. "21" (com Laza Morgan) Boi-1da, Ester Dean 3:52
6. "Respirator"   Los Da Mystro 3:12
7. "Club Can't Handle Me" (com David Guetta) David Guetta, Frédéric Riesterer (co) 3:52
8. "Why You Up in Here" (com Ludacris, Git Fresh e Gucci Mane) Knobody, Slade (co), Wayne-O (co) 3:36

Pessoal[editar | editar código-fonte]

Desempenho nas paradas musicais[editar | editar código-fonte]

Parada musical (2010) Posição
 Estados Unidos - Billboard 200[12] 107
 Estados Unidos - Billboard R&B/Hip-Hop Albums[12] 21
 Reino Unido - UK Albums Chart[13] 179
 Reino Unido - UK R&B Chart[14] 26

Notas e referências