Ontopsicologia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A ontopsicologia é uma disciplina que analisa a atividade psíquica do homem[1] [2] , mas não se confunde com a Psicologia[3] , sendo um conhecimento interdisciplinar. Visa a formação de líderes em qualquer campo[4] , tendo sido proposta e formalizada pelo italiano Antonio Meneghetti.

História[editar | editar código-fonte]

O primeiro a usar o termo "Ontopsicologia", conforme relatado por Abraham Maslow na obra "Introdução à Psicologia do Ser (Toward a Psichology of Being)"[5] , foi o psicólogo humanista norte-americano Anthony Sutich[6] , fundador do Journal of Humanistic Psychology e co-fundador da Association for Humanistic Psychology, para mostrar como a psicologia do seu tempo estava sob influência do existencialismo[7] .

Anos depois, em 1972, Joseph P. Ghougassian, Professor da Universidade da Califórnia em San Diego, publica o livro "A Ontopsicologia da pessoa de Gordon W. Allport (Gordon W. Allport's Ontopsychology of the person)"[7] , onde analisa retrospectivamente as contribuições de Allport à psicologia da personalidade. O termo "Ontopsicologia" foi por ele utilizado em referência à psicologia de um Self, entendido como um "projeto aberto em contínua auto-construção (autóctise)"[7] .

Paralelamente, no início dos anos 70, Antonio Meneghetti desenvolve a primeira formalização teórica da ontopsicológia[8] , no texto "Ontopsicologia do homem" (original de 1971, editado posteriormente sob o título "O Em Si do Homem", em 1989).

Definição[editar | editar código-fonte]

A palavra "Ontopsicologia" é formada a partir de três radicais gregos: ontos (óntos), "ser, real", ψυχή (psykhé), "psique, alma, mente" e λόγος, (lógos), "estudo, palavra, razão”. Significa "estudo da psique humana inclusa a compreensão do ser. Em outras palavras, estuda como a psique humana colhe o real, é conhecimento do ser no modo da psiquicidade humana[9] .

Universidades[editar | editar código-fonte]

A Ontopsicologia faz parte da grade curricular de cursos de graduação e pós-graduação em psicologia, sociologia e administração de empresas nas seguintes instituições:

Regulamentação[editar | editar código-fonte]

O exercício da Ontopsicologia não é regulamentado no Brasil, ou seja, ela não está subordinada a nenhum conselho regulamentador profissional, sendo sua formação de caráter livre. No que se refere à sua aplicação na Psicologia no Brasil, o Conselho Federal de Psicologia não autoriza seu uso por psicólogos[15] .

Controvérsia[editar | editar código-fonte]

De acordo com o livro do jornalista italiano Gianni del Vecchio, a Ontopsicologia é uma seita perigosa, assemelhada da Cientologia e da Damanhur, que operam de forma sigilosa acumulando dinheiro e arruinando vidas. [16] No entanto, segundo Carlo Ceraso, do website italiano Tuttoggi.info, com o falecimento de Meneghetti, o movimento por ele criado está fadado a desaparecer em curto espaço de tempo, dado que nenhum de seus seguidores compartilha da mesma carisma.[17]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]