Opereta

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Opereta, ou comumente em Italiano, operetta, etimologicamente, "pequena ópera",[1] é um estilo de ópera leve. Leve em termos tanto na sua substância musical como no conteúdo do assunto. É mais próxima, em estilo, com a ópera e a outras formas do teatro musical mais leve, e em muitos casos é difícil definir uma obra de teatro musical a um gênero específico. A opereta é também proporcionalmente mais recitativa (não cantadas) do que uma ópera séria.

História[editar | editar código-fonte]

O auge da opereta ocorreu num período que vai do final do Século XIX até o início do Século XX. De um modo geral, era uma versão mais curta, menos ambiciosa e ostensiva do que a opera, da mesma maneira que outros estilos como, Vaudeville, Singspiel e ballad opera. O estilo existe, hoje em dia, na forma de comédia musical.

A opereta é uma precursora da moderna "Comédia Musical". É uma pequena ópera encenada, com o elenco formado por cantores de ópera treinados no estilo clássico. Já a "Comédia Musical" é uma peça teatral cantada, que utiliza atores que também são cantores.

A opereta surgiu da opéra comica francesa do século XIX, Opéra Comique, para satisfazer à necessidade de obras mais curtas e leves, em contraponto à opéra comique, que tinha obras mais sérias e longas. Na época o termo comique já não tinha grande significado, passando a designar, apenas, que a ópera não era inteiramente cantada, tendo algumas partes faladas. Para esse mesmo gênero os alemães davam o nome de Singspiel. Carmen (1875) é um exemplo de opéra comique com trama trágica.

Jacques Offenbach costuma ser creditado por ter escrito as primeira operetas, como a sua La Belle Hélène (1864).

Referências

  1. Um guia a operetta -Online (em inglês), visitado 29 de Agosto de 2008

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre música é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.