Orbe (joia)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde novembro de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Orbe das joias da Coroa Dinamarquesa.
O globus cruciger foi usado no Império Bizantino, como mostra esta moeda do imperador Leôncio (d. 705).
Cristo como Salvador do Mundo.

Um orbe ou globus cruciger em latim, é uma joia que representa um globo terrestre rematado com uma cruz. O orbe é um símbolo cristão de autoridade utilizado através dos tempos e que está representado em moedas, iconografia diversa e nas Joias da Coroa de vários países modernos e de antigos estados, como Áustria, Baviera, Dinamarca, Rússia ou Suécia.

O orbe simboliza o domínio de Cristo (a cruz) sobre o mundo (o orbe), literalmente sujeito por um governante terreno (ou, por vezes, de um ser celestial como um anjo). Quando é seguro pela própria figura de Cristo, o objeto é conhecido na iconografia ocidental como Salvator Mundi (Salvador do Mundo).

O primeiro uso conhecido de uma iconografia semelhante ao orbe é bem anterior a Cristo e remonta ao Antigo Egito como hieroglifo representado num anel que tinha o nome de trono Neb-Jeperu-Ra, nos cofres e caixas de joias de Tuiu.

Outro uso conhecido remonta ao início do século V, provavelmente entre os anos 395 e 408 no reverso das moedas do imperador Arcádio mas mais certamente em 423 no reverso das moedas do imperador Teodósio II.

Galeria[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]