Ordem de Montesa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cruz de São Jorge de Montesa.

A Ordem de Nossa Senhora de Montesa foi uma ordem militar cristã, limitada territorialmente ao Reino de Aragão.

História[editar | editar código-fonte]

Antecedentes: os Templários[editar | editar código-fonte]

A Ordem dos Templários foi recebida com entusiasmo em Aragão desde a sua fundação em 1128. Quando de seu falecimento, em 1134, Afonso I de Aragão, sem herdeiros diretos, havia repartido em testamento os domínios de seu reino entre os Templários, os Hospitalários e a Ordem do Santo Sepulcro, mas o testamento foi contestado e, após nove anos de negociação com o Papado e a nobreza, um acordo foi concluído em 1143. Por ele, os Templários recebiam numerosas fortificações, juntamente com consideráveis vantagens fiscais e financeiras. Entre as primeiras, encontrava-se o Castelo de Monzón.

A criação da Ordem de Montesa[editar | editar código-fonte]

Apesar do ramo Aragonês da Ordem ter sido declarado inocente no famoso julgamento dos Templários, a bula do Papa Clemente V que suprimia a Ordem também lhe foi aplicada, apesar dos protestos do rei Jaime II de Aragão em 1312.

O soberano então solicitou ao Papa que lhe cedesse todas as rendas que aqueles auferiam em Aragão e Valência, para com elas formar uma nova Ordem Militar, com a responsabilidade de defesa das fronteiras contra o Mouros e os piratas.

O pedido não foi atendido pelo pontífice, vindo a sê-lo no de seu sucessor, o Papa João XXII. A nova ordem foi dedicada a Nossa Senhora. O Papa aprovou a criação em 10 de Junho de 1317, e deu-lhe a regra da Ordem de Cister. O nome da Ordem deriva de São Jorge de Montesa, o seu principal bastião. Era filiada, e manteve-se na dependência, da Ordem de Calatrava, de onde vieram os seus dez primeiros cavaleiros.

O primeiro dos seus catorze grandes mestres foi Guillermo de Eril. Em 1485, Filipe de Viana renunciou à Arquidiocese de Palermo para se tornar grão-mestre da Ordem. Veio a perecer em combate contra o Reino de Granada em 1488. A função de Grão-Mestre foi unida à Coroa com Filipe I de Espanha, em 1587.

Lista de Grão-Mestres da Ordem[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.