Ordonho I das Astúrias

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ordonho I das Astúrias
Rei das Astúrias de 850 a 866
Miniatura medieval representando ao rei Ordonho I.
Pai Ramiro I das Astúrias
Mãe Urraca Paterna de Castela
Nascimento ca. 830
Morte 27 de Maio de 866 (36 anos)
Oviedo
D. Nuna ou Nuña, esposa de Ordonho I das Astúrias.

Ordonho I das Astúrias (ca. 830Oviedo, 27 de Maio de 866) foi Rei das Astúrias de 850 a 866. Era filho de Ramiro I das Astúrias. Repovoou as cidades de Leão, Astorga, Tui e Amaya.

Em 859 derrotou Musa ibn Musa na batalha de Albelda.

Relações familiares[editar | editar código-fonte]

Foi filho de Ramiro I das Astúrias e de Urraca.

Foi casado com [1] Nuna de quem se desconhece as origens familiares, de quem teve:

  1. Afonso III das Astúrias "o Magno" (84820 de Dezembro de 910). Rei das Astúrias. Herdou o trono do Reino das Astúrias com a morte de seu pai. Casou com Jimena, possivelmente a filha do rei Garcia Íñiguez de Pamplona. com quem teve descendência. Foi sepultado no Panteão dos Reis da Catedral de Oviedo.
  2. Bermudo Ordonhes. Quando o seu irmão Afonso III subiu ao trono, revoltou-se contra ele, e foi o unico dos irmãos de Afonso III que se livrou de ser cegado, devido ao facto de se ter refugiado entre os muçulmanos.[2]
  3. Odoario Ordonhes também denominado Oduário Ordoñez.
  4. Fruela Ordonhes também denominado por Froila Ordoñez.
  5. Nuño Ordonhes
  6. Leodegundia de Leão, possivelmente sua filha e possivelmente, casada em com Garcia Íñiguez de Pamplona.[3]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Bibliografa[editar | editar código-fonte]

  • Del Arco y Garay, Ricardo (1954). Instituto Jerónimo Zurita. Consejo Superior de Investigaciones Científicas.. ed. Sepulcros de la Casa Real de Castilla. Madrid.
  • Flórez, Enrique (1770). Antonio Marín. ed. Memorias de las Reinas Católicas. Historia genealógica de la Casa real de Castilla y de León. Tomo I (2ª edición). Madrid.
  • Gonzalo Martínez Diez (2007). Sancho III el Mayor Rey de Pamplona, Rex Ibericus. Madrid: Marcial Pons. ISBN 978-84-96467-47-7.
  • Asturiano universal 6: Agustín Argüelles, Ramon Perez de Ayala, Alfonso III, o Grande, Ordoño I, Torcuato Fernández Miranda, Nicolás Alfonso Paramo Editions, Inc. 1996 ISBN 84-87253-25-3


Referências

  1. Flórez, Enrique (1770). Antonio Marín. ed. Memorias de las Reinas Católicas. Historia genealógica de la Casa real de Castilla y de León. Tomo I (2ª edición). Madrid. pp. 68.
  2. Revista Nobreza. Número 278. Ano de 2000. Página 90
  3. Martínez Díez (2007), p.23
Precedido por
Ramiro I
Rei das Astúrias
850 - 866
Sucedido por
Afonso III
Ícone de esboço Este artigo sobre História da Espanha é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.