Orfeão Universitário do Porto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Universidade do Porto
Logoup.jpg
Faculdades

Arquitectura
Belas-Artes
Ciências
Ciências Biomédicas
Ciências da Nutrição e Alimentação
Desporto
Direito
Economia
Engenharia
Farmácia
Letras
Medicina
Medicina Dentária
Psicologia e Ciências da Educação

Outras Unidades

Business School
UPTEC - Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto
Instituto Arquitecto José Marques da Silva
Coral do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar da Universidade do Porto
Coral de Letras da Universidade do Porto
Orfeão Universitário do Porto
Sociedade de Debates da Universidade do Porto
Teatro Universitário do Porto

editar

O Orfeão Universitário do Porto ComM (OUP) é um grupo académico constituido apenas por alunos da Universidade do Porto. Originalmente fundado em 6 de Março de 1912, sob a designação de Orfeão Académico do Porto, é conjuntamente com a Sociedade de Debates da Universidade do Porto (SdDUP), das poucas associações a reunir estudantes de todas as Faculdades da U. Porto. Conheceu reorganizações em 1937 e em 1942, datando deste último ano a designação que perdura. Foram regentes artíticos o Maestro Afonso Valentim (em 1937 e de 1942 a 1967), o Maestro Gunther Arglebe (de 1967 a 1969), o Prof. Fernando Jorge Azevedo (de 1969 a 1973), o Prof. Mário Mateus (de 1973 a 2005) e o Maestro António Sérgio Ferreira (a partir de Janeiro de 2006).

Entre outras músicas, tem no seu reportório de originais aquele que é considerado por muitos como o hino dos estudantes em Portugal, a música "Amores de Estudante" de 1937 de Paulo Pombo e Aureliano da Fonseca (antigos orfeonistas). Durante longos anos foi seu hino a Proposição d'"Os Lusíadas", de Hermínio Nascimento.

Grupos[editar | editar código-fonte]

O orfeão é actualmente constituido pelos grupos:

Entre os grupos já desactivados contam-se a Orquestra de Tangos, o Grupo Cénico, Orquestra de Câmara, o grupo de Mornas e Coladeras, de Canções Napolitanas, de Cantares Espirituais Negros. E muitos outros como, Orquestra Feminina, Dança Moderna, de Danças de Israel e até, o tradicional, Jogo do Pau .

Condecorações[editar | editar código-fonte]

  • Medalha de Ouro de Mérito Artístico da Cidade do Porto - 1950
  • Comendador da Ordem de Instrução Pública - 1952
  • Sócio Honorário da Casa do Distrito do Porto de Luanda - 1956
  • Comendador da Ordem de Benemerência - 1960
  • Sócio Honorário do Orfeão Portugal do Rio de Janeiro - 1961
  • Medalha de Reconhecimento dos Bombeiros V. Portuenses
  • Ordem de Mérito Infante D. Henrique da Casa de Portugal de S. Paulo
  • Medalha de Gratidão da Casa do Porto no Rio de Janeiro
  • Sócio Honorário do Sport Club Português, Newark, EUA - 1968
  • Membro Benemérito da Portuguese American S. Foundation de Newark - 1968
  • Sócio Honorário da Tertullians de Newark - 1968
  • Sócio Honorário da Academia Musical de Angra do Heroísmo
  • Membro Benemérito da Associação Humanitária Bombeiros Voluntários Bragança
  • Sócio Honorário da Tuna Musical "A Vencedora de Vilar de Andorinho"
  • Medalha de Prata da Associação Humanitária Bombeiros Voluntários Ermesinde

Ligações externas[editar | editar código-fonte]