Organização Odebrecht

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Organização Odebrecht
Organização Odebrecht.jpg
Logo da empresa
Tipo Empresa de capital fechado
Indústria Conglomerado
Fundação 1981
Fundador(es) Norberto Odebrecht
Sede Salvador, BA, Brasil Brasil[1]
Pessoas-chave Marcelo Odebrecht (Diretor-Presidente)
Emílio Odebrecht Jr. (Presidente do Conselho de Administração)[2]
Empregados 129.770 mundial (2010)
Produtos Construção, Engenharia Civil, Petroquímica, Quimica Biotecnologia, Engenharia Aeroespacial, Engenharia Ambiental, Utilitários, Etanol, Transporte, Infraestrutura, Defesa, Imóveis e outros
Subsidiárias Construtora Norberto Odebrecht S.A.
Consórcio Maracanã
Odebrecht Óleo e Gás
Foz do Brasil
Odebrecht Realizações Imobiliárias S.A.
Odebrecht Infraestrutura
ETH Bioenergia
Braskem S.A.
Odebrecht Administradora E Corretora De Seguros Ltda.
Odeprev Odebrecht Previdência
Fundação Odebrecht
Mectron
Odebrecht Energia.
Lucro Aumento R$ 490,7 milhões (2013)[3]
Faturamento Aumento R$ 96,9 bilhões (2013)[4]
Página oficial www.odebrecht.com.br

A Organização Odebrecht é um conglomerado brasileiro que atua em grande partes do mundo nas áreas de engenharia, construção, produtos petroquímicos e químicos. A empresa foi fundada pelo engenheiro pernambucano Norberto Odebrecht, no ano de 1944, em Salvador, no estado da Bahia, e atualmente está presente em todo o Continente Americano, na África, na Europa e no Oriente Médio.

Estrutura da empresa[editar | editar código-fonte]

Ela é formada pela Odebrecht S.A., fundado em 1981, que administra a Construtora Norberto Odebrecht S.A., Foz do Brasil (Saneamento básico e tratamento de resíduos industriais), Braskem S.A. Petroquímica que é a maior empresa petroquímica da América Latina, a quinta maior do mundo, com exportações para 60 países em todos os continentes do mundo. Por receita a Braskem é a quarta maior das Américas e o décimo sétimo no mundo, Odebrecht Realizações Imobiliárias (controladora da Bairro Novo Empreendimentos Imobiliários Lda.), a Odebrecht Investimentos em Infra-estrutura Lda. e a ETH Bioenergia (que atua na produção de açucar, etanol e energia elétrica, com participação acionária da japonesa Sojitz Corporation). A Odebrecht presta serviços de engenharia e construção na maioria dos países da América do Sul, na América Central, nos Estados Unidos, em Angola, em Portugal e no Oriente Médio.

Início[editar | editar código-fonte]

A Construtora Norberto Odebrecht foi fundada por Norberto Odebrecht, em 1944, na cidade de Salvador, Bahia. Desde 2007, a Braskem S.A. investe no sector de Bioenergia, concentrada na produção de etanol e açúcar e na co-geração de energia a partir da produção de açúcar e álcool. A Tecnologia Empresarial Odebrecht, conhecida como TEO, é a base de todas as acções da organização, em quaisquer dos seus negócios.[5] A Construtora Norberto Odebrecht é juntamente com a Vale, uma das duas multinacionais brasileiras com maior presença na África e no Oriente Médio, sendo que boa parte dos brasileiros que residem nestas regiões do planeta, são funcionários da companhia.

Em Angola, a subsidiária Odebrecht Angola é a maior empregadora particular do país.

História[editar | editar código-fonte]

O primeiro Odebrecht a chegar ao Brasil foi Emil Odebrecht. Ele veio em 1856, no auge da imigração germânica, para o Vale do Itajaí, em Santa Catarina. Engenheiro formado pela Universidade de Greifswald, na Prússia, participou activamente da demarcação de terras, de levantamentos topográficos e da construção de estradas no sul do Brasil. Casado com Bertha Bichels, teve quinze filhos. Emílio Odebrecht, um de seus netos e pai de Norberto Odebrecht, foi um dos pioneiros no uso do concreto armado no Brasil.

Em 1918, Emílio Odebrecht, após cursar a Escola Politécnica do Rio de Janeiro, transferiu-se para o Recife, cidade que se modernizava e se expandia com o desenvolvimento da economia canavieira. No ano seguinte, fundou no Recife sua primeira empresa, a construtora Isaac Gondim e Odebrecht Ltda.[6] Em 1923, criou a Emílio Odebrecht & Cia., responsável pela construção de várias edificações no período entre guerras, nos estados de Pernambuco, Alagoas, Ceará e Bahia. Em 1926, transferiu-se para Salvador em busca de novas oportunidades.

Com o início da Segunda Guerra Mundial, os materiais de construção, vindos da Europa, tornaram-se caros e escassos, deflagrando uma crise no sector. Desgostoso, Emílio Odebrecht fechou a antiga empresa e retirou-se dos negócios.

Coube ao seu filho Norberto Odebrecht, nascido no Recife e formado pela Escola Politécnica da Bahia, substituí-lo e fundar a Construtora Norberto Odebrecht, na primeira metade dos anos 40. Em 2005, a empresa montou uma exposição na sede da empresa em Salvador com imagens e histórias da sua trajectória de sucesso nacional e internacional. É a maior empresa de Construção Civil do Brasil e a melhor para se trabalhar segundo a Revista Exame.[carece de fontes?]

Cronologia[editar | editar código-fonte]

  • 19441945: Norberto Odebrecht estabelece uma empresa de propriedade privada, o marco de fundação do Grupo Odebrecht. A empresa se torna a Norberto Odebrecht Construtora Ltda.
  • 19571965: Norberto Odebrecht paga todas as dívidas pertencentes a Emílio Odebrecht & Cia (empresa de seu pai). A empresa muda seu nome para a Construtora Norberto Odebrecht SA.
  • 19701973: É criada a Fundação Odebrecht, focado no fornecimento de prestações de segurança social aos trabalhadores da Odebrecht. Além disso, a Odebrecht compromete-se em grandes projetos de construção na região sudeste do Brasil.
  • 19791980: Odebrecht começa a se expandir internacionalmente e a diversificar seus negócios. CBPO se funde com o Grupo Odebrecht.
  • 1981: Odebrecht S.A. é criada.
  • 1990: Odebrecht entra no mercado dos EUA e torna-se a primeira empresa brasileira a ganhar um contrato do governo federal dos EUA.
  • 1999: Odebrecht concentra-se no desenvolvimento sustentável das micro regiões, no nordeste do Brasil e marca 40 anos de contribuições para a cultura e a arte brasileira.
  • 2000: Odebrecht é classificada como melhor empresa de engenharia e construção da América Latina e um dos 30 maiores exportadores de serviço do mundo pela Engineering News-Record.
  • 2002: Odebrecht estabelece a Braskem como a maior produtora petroquímica da América Latina. O grupo alcança o marco de 1.000 membros dentro de 25 anos de serviço.
  • 20042007: O Grupo Odebrecht celebra o seu 60º aniversário. ETH Bioenergia é criada para produzir etanol de açúcar, açúcar e energia.
  • 2013: Odebrecht junto com a EBX, empresa de Eike Batista faz parte do consórcio que irá administrar o Maracanã, pelos próximos 30 anos.

Estrutura do Grupo[editar | editar código-fonte]

A Odebrecht S.A. divide-se essencialmente nas seguintes subsidiárias:

  • Odebrecht Energia (energia) – investe, constrói e gerencia projetos do setor elétrico brasileiro, tais como usinas hidrelétricas, termelétricas e nucleares.
  • Odebrecht TransPort - Atua no setor ferroviário, rodoviário, de transporte urbano, de infraestrutura de logística (portuária e dutos) e aeroportuário. Proprietária da SuperVia, e Embraport.
  • Odebrecht Engenharia Industrial (engenharia industrial) – constrói e monta instalações industriais no Brasil e no exterior, atendendo a clientes de uma gama de diferentes setores.
  • Odebrecht América Latina e Angola (América Latina e Angola) – lidera investimentos e obras nas regiões que serviram como pioneiros para uma expansão internacional da Odebrecht.
  • Odebrecht Venezuela – investe e conclui projetos nos setores de segurança de infra-estrutura, imobiliário, industrial, petróleo e gás, petroquímica e alimentos no país.
  • Odebrecht International – reúne membros de 65 nacionalidades diferentes, mantendo uma qualidade única padrão e respeitando as características únicas de cada região.
  • Odebrecht Óleo e Gás S.A. (óleo e gás) – explora e produz óleo e campos de gás, Opera plataformas e oferece serviços integrados para outras empresas do setor.
  • Odebrecht Realizações Imobiliárias S.A. (empreendimentos imobiliários) – desenvolve empreendimentos residenciais, empresariais, de comerciais e de Turismo.
  • Foz do Brasil S.A. – fornece água e serviços de tratamento de resíduos.
  • ETH Bioenergia S.A. – produz álcool combustível (etanol), energia elétrica e uso da cana de açúcar.
  • Cetrel S.A. – empresa de referência em serviços de engenharia ambiental no Brasil, fornece água, serviços de tratamento de resíduos, faz monitoramento do ar e oceanico, executa diagnósticos e remediação ambiental.[7] [8]
  • Braskem S.A. – produz matéria-prima de forma integrada, como etano, propano e cloro, e produtos petroquímicos segunda geração, como resinas termoplásticas.
  • Odebrecht Properties (Participações e Investimentos) – Proprietária majoritária com 90% do "Consórcio Maracanã". Responsável pela gestão, operação e manutenção do Complexo do Estádio Jornalista Mário Filho, o Maracanã, pelo período de 35 anos. Ainda onduz operações em setores de infraestrutura diversificada, investe em transporte, logística, energia, outras arenas esportivas e irrigação.
  • Odebrecht Administradora e Corretora de Seguros Ltda. - protege os ativos dos acionistas por identificação, mitigação e gerenciamento de riscos.
  • Odeprev – concebe e Opera planos de previdência complementar para os membros da Organização Odebrecht, preparando-os para a aposentadoria.
  • Fundação Odebrecht (Fundação) – promove a educação dos jovens para a vida, através do trabalho e para valores, bem como o desenvolvimento sustentável de cadeias produtivas.

Operações[editar | editar código-fonte]

As principais áreas de negócio são as indústrias química e petroquímica e a actividade de construção. A empresa está entre as companhias globais do Brasil.

O Grupo desenvolve e gerencia projetos de infra-estrutura pública, em colaboração com parceiros públicos e privados. Desde 2007 tem havido um maior investimento no setor de bioenergia, com base em açúcar, álcool e eletricidade. Além disso, a Odebrecht está envolvida na produção de petróleo e gás, coleta de lixo, bem como transporte e construção em Portugal[9] e do sector imobiliário, agronegócio e de mineração em Angola.[10]

No ano fiscal de 2009, o Grupo teve mais de metade de suas vendas no mercado interno. No entanto, a empresa brasileira Odebrecht é o principal exportador de serviços, especialmente em outros países emergentes e em desenvolvimento. A Odebrecht fora do Brasil alcançou vendas principalmente no resto da América Latina e no Caribe (2009: 21,3%) e África (11,3%), especialmente nas ex-colónias portuguesas de Angola e Moçambique. Na América do Norte e na Europa em 2009 representavam apenas 5,1% e 4,0% respectivamente das receitas.[11]

Expropriação[editar | editar código-fonte]

O Poder Público do Equador expropriou a Odebrecht em setembro de 2008 (um aeroporto regional, dois projetos de energia hidrelétrica, com um valor total de US$ 800 milhões[12] ) e enviou tropas para evitar que os funcionários da empresa deixassem o país.[13]

Compromisso social[editar | editar código-fonte]

Em todas as áreas de negócios os funcionários da empresa são submetidos a programas de educação especial. Além disso, a educação profissional é incentivada e oferece oportunidades para a expansão e melhoria dos conhecimentos e competências profissionais.[14] A Fundação Odebrecht promove educação, saúde, projetos ambientais e iniciativas culturais.[15]

Principais obras[editar | editar código-fonte]

Braskem SA, uma das empresas da Odebrecht.

No Brasil[editar | editar código-fonte]

Nos Estados Unidos[editar | editar código-fonte]

  • Miami-Dade Metrorail, Miami;
  • Conexão Miami Intermodal Center-Earlington Heights Station (em andamento), Miami;
  • MIA Mover (transporte hectométrico), Miami;
  • FIU Stadium, Miami;
  • Aeroporto Internacional de Miami, Miami;
  • Adrienne Arsht Center (para artes de espectáculo), Miami;
  • I-40, Albuquerque;
  • The Ritz Carlton Hotel, Várias cidades dos Estados Unidos;
  • Key Biscayne, Condado de Miami-Dade;
  • Aeroporto Internacional de Orlando, Orlando;
  • AmericanAirlines Arena, Miami;
  • Garcon Point Bridge, Condado de Santa Rosa;
  • SR 826 Palmetto, Miami;
  • Seven Oaks Dam, Mentone (Califórnia);
  • Merrill Barber Bridge, Condado de Indian River.

Em Portugal[editar | editar código-fonte]

Em Angola[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Organização Odebrecht - 60 anos (em português). Página visitada em 15 de julho de 2009.
  2. Versal: Emílio Odebrecht jr.
  3. http://veja.abril.com.br/noticia/economia/odebrecht-teve-lucro-de-r-4907-milhoes-em-2013
  4. http://gabiplast.com.br/odebrecht-fatura-r-97-bi-em-2013-e-reverte-prejuizo/
  5. Tecnologia Empresarial Odebrecht
  6. http://www.odebrecht.com.br/organizacao-odebrecht/historia
  7. http://www.dci.com.br/financas/odebrecht-compra-empresas-ambientais-da-braskem-por-r$-652-milhoes-id326162.html
  8. http://www.cetrel.com.br/filosofiaEmpresarial.aspx
  9. Odebrecht em Portugal odebrecht-ec.com (9 de abril de 2009). Página visitada em 22 de julho de 2012.
  10. Odebrecht em Angola odebrecht-ec.com.br (13 de outubro de 2009). Página visitada em 22 de julho de 2012.
  11. Odebrecht S.A. - SWOT Analysis reportlinker.com. Página visitada em 22 de julho de 2012.
  12. Após expulsar Odebrecht, Equador ameaça não pagar empréstimo G1 (24 de setembro de 2009). Página visitada em 22 de julho de 2012.
  13. Equador manda Exército controlar bens da Odebrecht G1 (23 de setembro de 2008). Página visitada em 22 de julho de 2012.
  14. Desenvolvimento Social odebrecht.com.br. Página visitada em 22 de julho de 2012.
  15. Quem somos Fundação Odebrecht. Página visitada em 22 de julho de 2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.