Organização dos Mujahidin do Povo Iraniano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Organização dos Mujahidin do Povo Iraniano (em pársi: سازمان مجاهدين خلق ايران sazmaan-e mujaheddin-e khalq-e Iran, "combatentes do povo iraniano"), também conhecida como Mujaheddin-e-Khalq (MeK), é um movimento de resistência ao governo do Irã, fundado em 1965 com o objetivo de derrubar o governo do Mohammed Reza Pahlavi, à época apoiado pelos Estados Unidos.

A organização continuou ativa no Irã e no exterior, durante e, após a Revolução Iraniana de 1979, foi o braço armado do Conselho Nacional da Resistência do Irã. Renunciou à violência em junho de 2001 sendo treinada pelo governo americano em Nevada ente 2005 e 2007[1] [2] mas ainda é considerada terrorista em vários países, apesar de deixar a lista americana de grupos terroristas em novembro de 2012. [3]

O MeK foi dirigido por Massoud Radjavi e atualmente é conduzido por sua mulher, Maryam Radjavi, exilada na Europa.

A organização continua a integrar o Conselho Nacional da Resistência, sediado na França, que declara lutar pela instauração de um estado laico e democrático no Irã.A organização hoje tem contado com apoio israelense para atacar engenheiros iranianos. [4] Supostamente, teria tropas lutando ao lado do Exército Livre da Síria e o EIIL no Iraque.[5] [6]

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

site oficial

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre política, partidos políticos ou um político é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Ícone de esboço Este artigo sobre o Irã é um esboço relacionado ao Projeto Ásia. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.