Orlando Drummond

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde setembro de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Orlando Drummond Cardoso
Nome completo Orlando Drummond Cardoso
Nascimento 18 de outubro de 1919 (94 anos)
Rio de Janeiro,  Brasil
Nacionalidade  Brasil
Ocupação Ator
Dublador
Comediante
Radialista
Cônjuge Glória Drummond (1951-presente)
Atividade 1958-presente

Orlando Drummond Cardoso (Rio de Janeiro, 18 de outubro de 1919) é um ator, dublador, comediante e radialista brasileiro.

Mais conhecido pelo personagem Seu Peru, da Escolinha do Professor Raimundo[1] , e por emprestar sua voz aos personagens Scooby Doo, Alf em Alf: O ETeimoso, Popeye[2] , Vovô Cão e Dr.Urso Marrom em Peppa Pig e Vingador em Caverna do Dragão, entre outros.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Iniciou sua carreira no ano de 1942 como contrarregra e com auxílio de Paulo Gracindo começou a atuar como dublador, após o mesmo perceber potencial de Orlando para tal.[3] Posteriormente, atuou em alguns filmes como Rei do Movimento (1954) e Angu de Caroço (1955) até chegar na carreira de dublador, a qual exerce desde o final dos anos 50.

Ganhou notoriedade pelo personagem Seu Peru da Escolinha do Professor Raimundo. Em novelas, sua primeira participação ocorreu em Caça Talentos interpretando o Zaratustra de 1996 a 1998.

Entrou para o Guiness Book por dublar o Scooby Doo por mais de 35 anos.[4] Entretanto na série Scooby Doo - Mistério S/A, Orlando dublou Scooby apenas na 1ª temporada por causa de uma exigência da Warner, sendo substituído então por Reginaldo Primo[5] .

Orlando tem três netos: Felipe Drummond, Alexandre Drummond e Eduardo Drummond[6] , todos também dubladores.

Dublagens[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. EU ESTOU RINDO, MAS POR DENTRO ESTOU CHORANDO", DIZ SCOOBY-DOO. Portal G1. 20 de Dezembro de 2006..
  2. a b c d Vozes Consagradas do Brasil - Parte 1. Casa da Dublagem.
  3. Dia do Dublador: As vozes por trás dos grandes personagens. MSN Entretenimento (29 de junho de 2010). Página visitada em 19 de maio de 2012.
  4. a b c d e f g h i Orlando Drummond fala sobre a arte da dublagem e como criou as vozes de Popeye e Scooby Doo. Revista da cultura (Dezembro de 2011). Página visitada em 19 de maio de 2012.
  5. Mudaram as vozes do Scooby-Doo. Página visitada em 26 de Março de 2013.
  6. Dia do Dublador: As vozes por trás dos grandes personagens. MSN Entretenimento (29/06/2010). Página visitada em 16 de maio de 2012.