Ornitópodes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaOrnithopoda
Ornithopods jconway.jpg

Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Reptilia
Superordem: Dinosauria
Ordem: Ornitischia
Subordem: Ornithopoda
Famílias
Ver texto.
Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Ornitópodes

Os ornitópodes (do latim científico Ornithopoda) constituem uma subordem de dinossauros ornitísquios que começaram como pequenos herbívoros terrícolas, e cresceram em tamanho e número até tornarem-se os mais bem sucedidos herbívoros do Cretáceo em todo o mundo, dominando totalmente as paisagens da América do Norte. Sua maior vantagem evolutiva era o desenvolvimento progressivo do aparelho mastigatório que tornou o mais sofisticado já desenvolvido por um réptil, rivalizando o dos modernos mamíferos como a vaca doméstica. Eles alcançaram seu ápice nos bico-de-pato, antes de serem varridos pelo evento de extinção Cretáceo-Terciário junto com todos os outros dinossauros não-avianos.

Ornitópode significa "pés de ave", do grego ornis ("ave") e pous ("pé"); em referência a característica dos pés com três dedos. Eles também eram caracterizados por não terem couraça protetora, por terem um bico chifrudo, uma púbis alongada e eventualmente estendendo-se passando do ílio, e um buraco faltando na mandíbula inferior.

Os primeiros ornitópodes tinham apenas cerca de um metro de comprimento, mas eram provavelmente bem rápidos. Eles tinham uma cauda rígida, como terópodes, ajudando a equilibrar quando corriam em suas patas traseiras. Mais tarde os ornitópodes tornaram-se mais adaptados a pastar nas quatro patas; sua coluna vertebral ficou curva, de forma similar a de modernos animais de pasto como o bisão. Como eles tornaram-se mais adaptados a comer enquanto curvados, eles tornaram-se semi-quadrúpedes; ainda correndo em duas pernas, e confortáveis para alcançar no alto das árvores; mas passando a maior parte do tempo andando ou pastando nas quatro patas.

Mais tarde os ornitópodes tornaram-se maiores, mas nunca rivalizando o incrível tamanho, dos enormes pescoços, enormes caudas dos saurópodes que eles parcialmente suplantaram; os maiores, como o Edmontossauro e Shantungossauro, nunca tiveram mais de 15 metros.

Historicamente, a maioria dos ornitísquios bípedes eram classificados descuidadamente como ornitópodes. A maioria foi reclassificado como membros basais de táxons como Marginocephalia; e para alguns, como os "cabeça-de-osso" paquicefalossaurídeos, foram dados seus próprios táxons.

Taxonomia[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Weishampel, D. B. & Heinrich, R. E. (1992). Systematics of Hypsilophodontidae and basal Iguanodontia (Dinosauria: Ornithopoda). Historical Biology: Vol. 6, pp. 159–184

Ligações externas[editar | editar código-fonte]