Orquestra Filarmônica de Auckland

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Orquestra Filarmônica (português brasileiro) ou Filarmónica (português europeu) de Auckland, ou, na sua forma portuguesa, de Auclanda, foi fundada no início da década de 1980, tornando-se a maior da Nova Zelândia.

História[editar | editar código-fonte]

Em 1980, 19 músicos da recém acabada Symphonia of Auckland fundaram uma nova orquestra, com o nome de Orquestra Filarmônica de Auckland. Residente em Auckland, Nova Zelândia, a orquestra apresenta mais de 145 concertos por ano e acompanha a ópera nacional e o blá. A orquestra apresentou-se com grandes nomes da música, incluindo Plácido Domingo, José Carreras, Luciano Pavarotti, Moura Lympany, Julian Lloyd Webber, Nigel Kennedy, Diana Krall e a Dama Kiri Te Kanawa, a patrona da orquestra.

Em Setembro de 2008[1] , a orquestra apontou Eckehard Stier como diretor musical. Passaram pela orquestra maestros como Edvard Tchivhel, Enrique Diemecke, Miguel Harth-Bedoya e Roy Goodman.

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]