Orquestra de Cleveland

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Orquestra de Cleveland é uma orquestra americana baseada em Cleveland, Ohio, Estados Unidos. É uma das cinco orquestras americanas conhecidas como "Big Five. Fundada em 1918, a orquestra apresenta-se no Severance Hall. O atual Diretor Musical é Franz Welser-Möst.

História[editar | editar código-fonte]

A orquestra foi fundada em 1918 por Adella Prentiss Hughes, com Nikolai Sokoloff como Maestro Residente. No começo de sua história, a orquestra fez turnês pelo Leste dos Estados Unidos, fez aparições em rádios e gravou diversos álbuns. Maestros residentes, com o título de Diretor Musical, foram: Artur Rodziński (1933–1943), Erich Leinsdorf (1943–1944), George Szell (1946–1970), Pierre Boulez 1970-1972), Lorin Maazel (1972–1982) e Christoph von Dohnányi (1984–2002). Franz Welser-Möst é o Diretor Musical desde 2002, com um contrato que vai até a temporada de 2017/8[1] [2] .

A direção de George Szell foi a mais longa da orquestra, com grande sucesso. Ele reformou a orquestra no fim da década de 1940, demitindo doze músicos nesse processo, e com mais doze saindo por vontade própria[3] . Também é creditado a Szell o som europeu[3] . A influência de Szell continua na orquestra, mesmo depois de décadas de sua morte.

Cleveland é a melhor das cidades que tem as cinco maiores orquestras, chamadas de Big Five, as outras são: Orquestra Sinfônica de Boston, Orquestra da Filadélfia, Filarmônica de Nova Iorque e Orquestra Sinfônica de Chicago. Entretanto, os músicos da Sinfônica são tratados como celebridades, como os heróis dos esportes, eles dão autógrafos ao fim das performances e são cumprimentados na rua[3] [4] .

Muitos maestros contribuíram para o vasto catálogo de gravações da orquestras, como os convidados Vladimir Ashkenazy, Oliver Knussen, Kurt Sanderling, Yoel Levi, Riccardo Chailly, Michael Tilson Thomas e Louis Lane. Alguns Maestros Assistentes da orquestra incluem: James Levine, Alan Gilbert, James Judd e Michael Stern.

Diretores Musicais[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Donald Rosenberg and Zachary Lewis (2008-06-06). Cleveland Orchestra extends Welser-Most's contract until 2018, plans staged operas Cleveland Plain Dealer. Visitado em 2008-06-07.
  2. James R. Oestreich (2008-06-07). Cleveland Orchestra Extends Music Director’s Contract New York Times. Visitado em 2008-06-07.
  3. a b c The Glorious Instrument Time (22 fevereiro 1963). Visitado em 2007-07-15.
  4. Michael Walsh (1994-01-01). The Finest Orchestra? (Surprise!) Cleveland Time. Visitado em 2007-07-15.