Os Smurfs (filme)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The Smurfs
Os Smurfs (PT/BR)
Pôster promocional do filme
 Estados Unidos
2011 • cor • 86 min 
Direção Raja Gosnell
Produção Jordan Kerner
Roteiro J. David Stem
David N. Weiss
Baseado em Les Schtroumpfs de Peyo
Elenco Neil Patrick Harris
Jayma Mays
Sofía Vergara
Hank Azaria
Gênero comédia
Idioma inglês
Cinematografia Phil Meheux
Edição Sabrina Plisco
Distribuição Columbia Pictures (Estados Unidos)
Lançamento Estados Unidos29 de julho de 2011
Brasil5 de agosto de 2011
Portugal11 de agosto de 2011
Orçamento US$ 110 Milhões
Receita US$ 563 749 323
Cronologia
Último
Último
Os Smurfs: Um Conto de Natal (2011)
Próximo
Próximo
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

Os Smurfs (no original em inglês The Smurfs)[1] é um filme norte-americano de animação, baseado nos personagens Les Schtroumpfs da série de quadrinhos criado pelo ilustrador belga, Pierre Culliford. Foi dirigido por Raja Gosnell e estrelado por Hank Azaria, Neil Patrick, Jayma Mays e Sofia Vergara. É o primeiro filme de computação gráfica e live-action a ser produzido pela Sony Pictures Animation e também o primeiro da trilogia The Smurfs. Durante a produção inicial do filme era conhecido como The Smurfs Movie.

O filme conta a história dos Smurfs e, como eles ficam perdidos em New York, e tentar encontrar uma maneira de voltar para casa antes que Gargamel, interpretado por Hank Azaria, conseguir pega-los. Após cinco anos de negociações, Jordan Kerner comprou os direitos em 2002 e estava em desenvolvimento com a Paramount Pictures e Nickelodeon Movies até Columbia Pictures e Sony Pictures Animation obter os direitos do filme em 2008. As filmagens começaram em março de 2010 em Nova York.

A distribuidora Columbia Pictures lançou Os Smurfs em 29 de julho de 2011. A crítica especializada inicialmente relatou que o filme teria um grande concorrente nas bilheterias, o Cowboys & Aliens da DreamWorks. Nas bilheteria Os Smufs permaneceu em segundo lugar, ganhando 35,6 milhões de dólares em seu primeiro final de semana, contra 36,4 milhões de Cowboys & Aliens.[2]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Gargamel (Hank Azaria) e seu gato Cruel enfim encontram onde fica a pacata vila encantada dos Smurfs, graças a um descuido de Desastrado (Anton Yelchin). Eles invadem o local, o que provoca uma debandada dos Smurfs. Desastrado segue o caminho errado e, devido a ser noite de lua azul, se vê diante de um portal mágico. Ele, Papai Smurf (Jonathas), Smurfette (Katy Perry), Gênio (Fred Armisen), Ranzinza (George Lopez) e Arrojado (Alan Cumming) entram no portal, para escapar das garras de Gargamel.

O sexteto se vê em plena Nova York, um mundo desconhecido e bem diferente do que estão acostumados. Como Gargamel os segue eles acabam se separando, com Desastrado indo parar em uma caixa, levada por Patrick Winslow (Neil Patrick Harris) para sua casa. É o suficiente para que os demais Smurfs o sigam, no intuito de resgatar o amigo e passar por muitas aventuras.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Perry (foto de 2008) foi escolhida pelos cineastas antes mesmo de testes para o papel.
Personagem Dublador Estados Unidos e ator Dublador Brasil
Gargamel Hank Azaria Márcio Simões
Patrick Winslow Neil Patrick Harris Marcelo Garcia
Grace Winslow Jayma Mays Adriana Torres
Odile Sofia Vergara Mabel Cezar
Henri Tim Gunn Reinaldo Pimenta
Papai Smurf Jonathan Winters Orlando Drummond
Arrojado Alan Cumming Marco Ribeiro
Smurfette Katy Perry Jullie
Génio Fred Armisen Cláudio Galvan
Ranzinza George Lopez Samir Murad
Desastrado Anton Yelchin Gustavo Pereira
Habilidoso Jeff Foxworthy Philippe Maia
Vaidoso John Oliver Manolo Rey
Joca Paul Reubens Alexandre Moreno
Smurf Narrador Tom Kane Mauro Ramos
Chef Holfgang Puck Hércules Fernando
Robusto Gary Basaraba Clécio Souto
Lelé John Kassir Christiano Torreão
Fazendeiro Joel McCrary Guilherme Briggs
Gato Cruel Frank Welker e Mr.Krinkle Guilherme Briggs
Jornalista Julie Chang Flávia Saddy
Empresário com Bluetooth Mark Doherty Clécio Souto
Jovem Minglie Chen Márcia Morelli
Sem Teto Victor Pagan Sérgio Stern
Taxista Mahadeo Shivraj Guilherme Briggs
Funcionária da Anjelou Adria Baratta Flávia Saddy
Vendedor de Brinquedo Bradley Gosnell Rodrigo Antas
Compradora de Brinquedo#1 Heidi Armbruster Sílvia Goiabeira
Compradora de Brinquedo#2 Finnerty Steeves Márcia Morelli
Comprador com as Garotas John Speredakos Sérgio Stern
Persidiário Bubba Sean Ringgold Jorge Vasconcellos
Convidada da Festa Joan Rivers
Lauren Waggoner
Rita Lopes
Márcia Morelli

Vozes adicionais[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Em 1997, Kerner enviou a primeira de uma série de cartas a Lafig, o agente de licenciamento da marca Smurfs, onde expressava seu interesse em fazer um longa-metragem. E em 2002, após um projeto de adaptação cinematográfica bem-sucedido de Kerner do romance clássico de E.B. White, o Charlotte’s Web, os herdeiros de Peyo aceitou a oferta. Kerner logo começou a desenvolver o filme 3-D CGI com a Paramount Pictures e Nickelodeon Movies.[3] [4] [5] Em 2006, Kerner disse que o filme foi planejado para ser uma trilogia e explicaria mais sobre Gargamel e sua história passada. Ele afirmou: "Nós vamos aprender mais sobre Gargamel e os Smurfs e como tudo o que começou e que realmente se passa naquele castelo".[6] A filha de Peyo, a Culliford e sua família queriam fazer um filme dos Smurfs há muitos anos. Segundo ela Kerner compartilha sua visão e entusiasmo.[7] “Jordan foi a primeira pessoa que conhecemos que queria fazer o mesmo filme dos Smurfs que nós queríamos”, afirma ela.[7]

Em junho de 2008, foi anunciado que a Columbia Pictures e Sony Pictures Animation obteve os direitos de filmagem de Lafig Bélgica.[8] Kerner disse que envolvimento da Sony no projeto começou durante uma conversa com o presidente da empresa, Michael Lynton, que cresceu assistindo Os Smurfs na Holanda. Kerner, explicou: "Ele gostava deles quando jovem e sugeriu que deveria ser um filme live-action/CGI. Os roteiristas J. David Stem e David N. Weiss que de Shrek 2, escrevei a história do filme e, Raja Gosnell que dirigiu Scooby-Doo de 2002 e Scooby-Doo 2 - Monstros à Solta, vai dirigir Smurfs.[5] [9]

Filmagens e animação[editar | editar código-fonte]

Com um orçamento de 110 milhões de dólares,[10] fotografia principal começou em Nova York em 26 de março de 2010.[11] Em maio, as cenas foram filmadas em Manhattan, no bairro SoHo.[12] Naquele mês, as cenas foram filmadas durante toda a noite por cinco noites seguidas na loja de brinquedos FAO Schwarz.[13] A produção foi temporariamente interrompida depois de um trabalhador caiu 30 pés de um conjunto na loja de brinquedos na Quinta Avenida de Manhattan, em Nova Iorque.[14] [15] Outros locais utilizados para as filmagens foram Castelo Belvedere, o Russian Tea Room, Rockefeller Center, e Brooklyn Prospect Park.[7]

A equipe do desenhista de produção, o Bill Boes, foi responsável pelos sets físicos do filme, incluindo o apartamento de Grace e Patrick em Nova York, a réplica do Castelo Belvedere numa escala de dois terços do tamanho real e a masmorra de Gargamel no castelo. Na realidade, não existem masmorras sob o castelo, então, os cineastas construíram a masmorra num estúdio de filmagem.[7] [16]

Lançamento[editar | editar código-fonte]

Para a estréia mundial de The Smurfs, moradores de Júzcar pintaram a sua aldeia inteira em azul

O filme teve sua estréia mundial em 16 de junho de 2011. Os produtores decidiram fazer algo de inovador para a divulgação internacional, chamando a atenção da imprensa. Uma vila em Júzcar, na Espanha, foi totalmente pintada, por moradores, incluindo a igreja e outros edifícios históricos em azul.[17] Doze pintores locais, utilizando 4.000 litros de tinta azul foram necessários para transformar as casas de Juzcar e edifícios históricos para que se assemelhar às de vila do filme.[18] Não houve objeções à ideia com tanto bispado do local e do governo regional da Andaluzia, dando sua bênção conjunta. Embora a Sony prometeu restaurar a aldeia à sua aparência anterior, seis meses após a estréia, os moradores votaram para manter a cor, que tinha trazido mais de 80 mil turistas para Júzcar.[19] [20]

Nos Estados Unidos, o filme foi programado para ser lançado em 17 de dezembro de 2010, mas foi adiado para 29 de julho de 2011 para evitar a concorrência com Yogi Bear e Tron: Legacy, mais formou outras com Cowboys & Aliens.[21] Ele foi temporariamente empurrado ainda mais para trás a 3 de agosto de 2011,[22] antes de ser revertida a 29 de julho de 2011.[23] Sony juntou-se com parceiros de marketing nos Estados Unidos e no Canadá para promover o filme através de McDonald, McLanche Feliz e Holdings á base de cereais da marca.[10]

Início da mídia[editar | editar código-fonte]

Os Smurfs foi lançado em DVD, Blu-ray Disc e Blu-ray 3D em 02 de dezembro de 2011,[24] acompanhados com um conjunto novo de 22 minutos curta-metragem animado Os Smurfs: Um Conto de Natal.[25] Os Smurfs e Friends with Benefits são os primeiros filmes da Sony compatíveis com o sistema UltraViolet, que permite aos usuários acessar filmes em qualquer dispositivo conectado à web.[26]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Bilheteria[editar | editar código-fonte]

Os Smurfs foi lançado em aproximadamente mais de 5300 telas em 3395 locais,[27] com 2042 locais sendo cinema 3-D.[28] Em 28 de julho de 2011, Exhibitor Relations informou que Os Smurfs iria se classificar em terceiro lugar em seu primeiro fim de semana, com US $ 24 milhões, e o analista Jeff Bock acrescentou que o filme "poderia fazer melhor do que o esperado",[29] no mesmo dia, John Young da Entertainment Weekly previu que a abertura teria uma receita de 32 milhões de dólares, performance que segundo Young iria garantir o segundo lugar atrás de Cowboys & Aliens.[30] Os Smurfs veio com grande número em seu lançamento, tendo uma receita nele de $ 13,2 milhões, à frente de Cowboys & Aliens, que por sua vez tinha $ 13 milhões.[30]

Estimativas mais tarde mostrou que Cowboys & Aliens e Os Smurfs permaneceram no mesmo número no fim de semana com 36,2 milhões de dólares cada.[31] No entanto, os números reais mostraram que Cowboys & Aliens ganhou o fim de semana com 36,4 milhões de dólares "batendo" The Smurfs, que por sua vez teve uma receita de estreia de $ 35,6 milhões. A abertura de Smurfs ainda era mais forte do que o esperado, uma vez que alguns analistas de bilheteria previu que iria abrir abaixo de 30 milhões de dólares.[32] Por seu segundo fim de semana o filme manteve-se em segundo lugar.[33]

Em seu segundo fim de semana ele se expandiu para 42 territórios, tendo o primeiro lugar na maioria dos seus mercados e bilheteria. Entre os mercados que o filme estreou em primeiro lugar foram no Brasil (6 650 mil dólares),[34] França (5,93 milhões dólares), México (5,53 milhões dólares) Alemanha (5.430 mil dólares)[35] e Índia (17,2 milhões). O filme arrecadou 142,6 milhões de dólares nos Estados Unidos e Canadá, juntamente com 421,1 milhões dólares em outros mercados, para um total mundial de 563,7 milhões dólares.[36] [30]

Data de lançamento Orçamento Receita de bilheteria[36]
Estados Unidos/Canadá Outros mercados Em todo o mundo
Estados Unidos 29 de julho de 2011
Brasil 5 de agosto de 2011
$ 110 000 000[10] $ 142 614 158 $ 421 135 165 $ 563 749 323

Críticas[editar | editar código-fonte]

O ator Neil Patrick Harris foi elogiado pela performance em um filme com criticas geralmente negativas.

O filme recebeu geralmente críticas negativas de críticos de cinema. O website especializado em resumos, informações e novidades sobre filmes, Rotten Tomatoes relata que 23% de 107 críticos deram ao filme uma crítica positiva, com uma avaliação média de 4 de 10. O website relatou que "Os Smurfs traz um inegavelmente talentoso elenco de dubladores e estrelas de live-action — e os esmaga em um fraco, infantil roteiro cansável". Metacritic, que atribui uma avaliação normalizada em 100, calculou uma pontuação média de 30, com base em 22 avaliações.[37] Segundo o site de pesquisa do CinemaScore, o musical obteve classificação B (de apenas bom) do público, formado por 62% de mulheres e, deste percentual, com 74% com idade superior aos 25 anos.[38]

Francisco Russo do website AdoroCinema classificou o filme com 3 de 5 estrelas, dizendo: "Que essas animações com dublagens, junto com atores atuando live-action, deixaram de ser novidade desde o lançamento de Scooby-Doo. A capacidade dos efeitos especiais de Hollywood fez com que a veracidade de tais personagens não fosse mais questionada, diante da excelência demonstrada. Segundo o crítico "as casas no formato de cogumelo e pequenas vielas, dá que da as caras por pouco tempo, logo no início do filme. É o suficiente para provocar a sensação de magia, especialmente durante a bela cena do voo no pássaro, quando o local é apresentado". Sobre o personagem de Hank Azaria o Gargamel o crítico fala que o ator "provoca cenas no melhor estilo cartoon, com armadilhas preparadas pelos Smurfs para protegê-los de seu algoz. Tudo bastante fiel ao visto nos desenhos dos anos 80".[39] [40]

Referências

  1. Título em Portugal e Brasil
  2. 'Cowboys & Aliens' supera 'Os Smurfs' na bilheteria americana Veja (1 de agosto de 2011). Visitado em 16 de novembro de 2012.
  3. Clint Morris (27 de novembro de 2006). The latest on Smurfs movie and Mighty Ducks 4 Movie Hole. Visitado em 16 de novembro de 2012.
  4. Érico Borgo (19 de Julho de 2005). Filmes dos Smurfs estão confirmados Omelete. Visitado em 16 de novembro de 2012.
  5. a b Tatiana Siegel (9 de junho de 2008). Col, SPA send 'Smurfs' to bigscreen Variety. Visitado em 16 de novembro de 2012.
  6. Ansa (29 de novembro de 2006). Trilogia dos Smurfs chega aos cinemas em 2008 Folha de S. Paulo. Visitado em 16 de novembro de 2012.
  7. a b c d The Smurfs - Notas de Produção Sony Pictures Entertainment (29 de Julho de 2011). Visitado em 16 de novembro de 2012.
  8. Columbia Pictures (10 de junho de 2008). Columbia, SPA Bringing Smurfs to the Big Screen Comingsoon.net. Visitado em 16 de novembro de 2012.
  9. Francisco Russo (9 de Junho de 2011). Curiosidades, bastidores, novidades, e até segredos escondidos AdoroCinema. Visitado em 16 de novembro de 2012.
  10. a b c Movie Projector: 'Cowboys & Aliens' will trample 'Smurfs' Los Angeles Times (28 de julho 2011). Visitado em 16 de novembro de 2012.
  11. Matt Goldberg (5 de abril de 2010). THE SMURFS Begins Production in New York Collider.com. Visitado em 16 de novembro de 2012.
  12. Hank Azaria (11 de maio de 2010). The Smurfs take Manhattan News York Post. Visitado em 16 de novembro de 2012.
  13. Bruna Gomes (4 de agosto de 2011). Os Smurfs: 10 curiosidades sobre a produção Veja São Paulo. Visitado em 16 de novembro de 2012.
  14. Acidente no set interrompe produção de Os Smurfs Cine Click (23 de maio de 2010). Visitado em 16 de novembro de 2012.
  15. Interrompida a produção de "Os Smurtfs", por causa de acidente ClickPB (25 de Maio de 2010). Visitado em 16 de novembro de 2012.
  16. Tudo sobre a Produção de "Os Smurfs" Sony. Visitado em 16 de novembro de 2012.
  17. Polyanna Rocha (20 de junho de 2011). Vila inteira na Espanha é pintada de azul para divulgar “Smurfs 3D” Polyanna Rocha. Visitado em 16 de novembro de 2012.
  18. Anna Nicholas (9 de julho de 2011). Why a small Spanish village is feeling blue My Telegraph. Visitado em 16 de novembro de 2012.
  19. Moradores votaram no domingo para manter suas casas de azul após o filme Smurfs 3D Typicall (19 de dezembro de 2011). Visitado em 16 de novembro de 2012.
  20. Uma vila inteira na Espanha é pintada de azul para divulgar “Smurfs 3D”! Papel Pop (Junho de 2011). Visitado em 16 de novembro de 2012.
  21. The Smurfs Movie Release Pushed Back Reelz Movies (14 de setembro de 2009). Visitado em 16 de novembro de 2012.
  22. The Smurfs Comingsoon.net. Visitado em 16 de novembro de 2012.
  23. Deadline Team (25 de março de 2011). Sony Bumps Up ‘The Smurfs’ To July 29,2011 Deadline. Visitado em 16 de novembro de 2012.
  24. [1]. Visitado em 16 de novembro de 2012.
  25. Blu-Ray + Blu-ray 3D Os Smurfs + DVD Conto de Natal + Digital Copy Americanas. Visitado em 16 de novembro de 2012.
  26. Sony: "The Smurfs" and "Friends with Benefits" Forbes. Visitado em 16 de novembro de 2012.
  27. Brandon Gray (30 de julho de 2012). Friday Report: 'Smurfs' & 'Cowboys' Neck-and-Neck Box Office Mojo. Visitado em 5 de dezembro de 2012.
  28. John Young (28 de julho de 2011). Box office preview: 'Cowboys & Aliens' takes aim at 'The Smurfs' invasion Entertainment Weekly. Visitado em 5 de dezembro de 2012.
  29. Dorothy Pomerantz (28 de julho de 2011). The Smurfs Try to Make it Big Forbes. Visitado em 5 de dezembro de 2012.
  30. a b c Pamela McClintock (30 de julho de 2011). Box Office Upset: 'Smurfs' Beats 'Cowboys & Aliens' on Friday The Hollywood Reporter. Visitado em 5 de dezembro de 2012.
  31. John Young (31 de julho de 2011). Box office report: It's a tie! 'Cowboys & Aliens' and 'The Smurfs' both open to $36.2 mil Entertainment Weekly. Visitado em 5 de dezembro de 2012.
  32. John Young (1 de agosto de 2011). Box office update: 'Cowboys & Aliens' edges past 'The Smurfs' to win weekend with $36.4 mil Entertainment Weekly (Time Inc.). Visitado em 5 de dezembro de 2012.
  33. August 5-7, 2011 / Weekend Box Office Mojo. Visitado em 5 de dezembro de 2012.
  34. Bilheterias: sexta-feira, 5 de agosto de 2011 AdoroCinema (5 de agosto de 2011). Visitado em 5 de dezembro de 2012.
  35. Ray Subers (7 de agosto de 2011). Around-the-World Roundup: 'Potter' Passes 'Rings' Box Office Mojo. Visitado em 5 de dezembro de 2012.
  36. a b The Smurfs (film) Box Office Mojo. Visitado em 5 de dezembro de 2012.
  37. The Smurfs Metacritic (29 de julho de 2011). Visitado em 5 de dezembro de 2012.
  38. Pedro Martins Freire (17 de junho de 2012). Ranking EUA – e os divertidos animais de MADAGASCAR 3… Diário do Nordeste. Visitado em 5 de dezembro de 2012.
  39. Francisco Russo AdoroCinema. Visitado em 5 de dezembro de 2012.
  40. Francisco Russo. Críticas AdoroCinema do filme Os Smurfs - Estilo Cartoon AdoroCinema. Visitado em 5 de dezembro de 2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]