Oscar Magrini

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Oscar Magrini
Nascimento 2 de setembro de 1961 (53 anos)
Santos, São Paulo
Cônjuge Matilde Mastrangi
IMDb: (inglês)

Oscar Magrini (Santos, 2 de setembro de 1961) é um ator brasileiro. É casado, desde 1990, com a também atriz Matilde Mastrangi, mãe da sua única filha: Isabella Magrini, nascida em 1991.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Oscar Magrini nasceu em Santos, litoral paulista, em 2 de setembro de 1961. Foi professor de educação física, dono de locadora de vídeo e academia de ginástica na cidade natal. Também trabalhava como modelo fotográfico. Largou os negócios para investir na carreira artística. Começou fazendo figurações e comerciais. Depois, sua carreira deslanchou e, no cinema, começou em 1981, no filme Os Saltimbancos Trapalhões. Depois, Aguenta, Coração (1984), As Aventuras de Mário Fofoca (1992), Perfume de Gardênia (1992), Capitalismo Selvagem (1993), Glaura (1997 – curta-metragem), A Hora Mágica (1998), O Dia da Criança (1999), Zoando na TV (1999), Carandiru (2003), Didi, o Cupido Trapalhão (2003) e Onde Andará Dulce Veiga? (2008).

Na TV, Magrini começou na Rede Globo, fazendo a novela Deus nos Acuda, em 1992. Em 1993, participou de Mulheres de Areia. Em 1994, Quatro por Quatro. Em 1995, As Pupilas do Senhor Reitor, no SBT. Voltou à Globo e fez, em 1996, O Rei do Gado. Em 1997, O Amor Está no Ar. Em 1998, Torre de Babel, e a minissérie Dona Flor e Seus Dois Maridos. Em 1999, Vila Madalena, assim como fez uma participação na quarta temporada do Sai de Baixo. Em 2000, Marcas da Paixão, na TV Record. Depois, Magrini foi para Portugal e fez lá as novelas: Ganância e A Senhora das Águas. Voltou em 2002 e fez, na Globo, Esperança. Em 2003, fez no SBT, Canavial de Paixões. Outra vez na Globo, fez, em 2004, Cabocla. Em 2005, Malhação. Em 2006, Sinhá Moça. Em 2007, Pé na Jaca e uma participação especial em Paraíso Tropical. No mesmo ano, atuou em Duas Caras. Em 2008, Negócio da China. E, em 2009, fez os capítulos finais da novela Paraíso.

No teatro, estreou em 1990 com a peça Uma Ilha para Três. Fez, entre outras peças, Isadora Duncan - é Dançando que a Gente se Aprende. Em 2010, esteve em cartaz com a peça Escola de Mulheres.

Em 2012, participou do episódio "A Mascarada do ABC", da série As Brasileiras, na Globo. Além disso, ele foi escalado para a novela Salve Jorge, na emissora, que substituiu Avenida Brasil. Na trama, Magrini fez parte do grupo de militares da cavalaria do Exército.[1] [2] .

Em 2014, está no ar na novela Em Família da emissora Rede Globo, com o personagem Ramiro Fernandes. Novamente em 2014 está atuando no ar no Geração Brasil como o mulherengo Aroeira.

Atuação na televisão[editar | editar código-fonte]

Atuação no cinema[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Perfil: Oscar Magrini http://caras.uol.com.br.+Página visitada em 18 de maio de 2013.
  2. OSCAR MAGRINI www.museudatv.com.br. Página visitada em 18 de maio de 2013.
  3. Gshow (17 de junho de 2014). Na pele de vilão, Oscar Magrini faz participação quente em Geração Brasil Extras - Geração Brasil. Página visitada em 18 de junho de 2014.
  4. Renato Damião (30 de abril de 2014). Como delegado em "Geração Brasil", Oscar Magrini grava 3ª novela em 1 ano UOL Televisão. Página visitada em 11 de maio de 2014.
  5. Keila Jimenez (23 de abril de 2014). Record aposenta o slogan ‘A Caminho da Liderança’ Folha Online. Página visitada em 24 de abril de 2014.
  6. Gshow (07 de maio de 2014). Oscar Magrini grava 'O Caçador' na pele de ex-ator pornô com nome de global Extras - O Caçador. Página visitada em 11 de maio de 2014.
  7. Carla Bittencourt (20 de maio de 2014). Oscar Magrini vive ator pornô chamado Tony Ramos, em 'O caçador' Extra. Página visitada em 21 de maio de 2014.
  8. Nilson Xavier. Em Família - Teledramaturgia. Página visitada em 11 de janeiro de 2014.
Ícone de esboço Este artigo sobre um ator é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.