Oscar Pistorius

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Oscar Pistorius
Pistorius em 2007
Atletismo
Representante África do Sul
Nascimento 22 de novembro de 1986 (27 anos)
Joanesburgo, Gauteng
Nacionalidade África do Sul sul-africana
Compleição Altura: 1,86 m
Medalhas
Campeonatos Mundiais
Prata Daegu 2011 4x400 metros
Campeonatos Africanos
Prata Porto-Novo 2012 400 metros
Prata Porto-Novo 2012 4x400 metros
Jogos Paralímpicos
Ouro Atenas 2004 200 metros
Ouro Pequim 2008 100 metros
Ouro Pequim 2008 200 metros
Ouro Pequim 2008 400 metros
Prata Londres 2012 200 metros
Bronze Atenas 2004 100 metros

Oscar Leonard Carl Pistorius (Joanesburgo, 22 de novembro de 1986) é o primeiro atleta olímpico e paralímpico da história a competir de maneira simultânea e em igualdade de possibilidades com atletas não deficientes em nível mundial e olimpico. É conhecido como "Blade Runner" (corredor lâmina) por não ter as duas pernas e usar próteses finas feitas de fibra de carbono.

A sua participação em Pequim 2008 foi rejeitada pela Associação Internacional de Federações de Atletismo por considerar que as suas próteses lhe conferiam vantagem sobre os demais atletas. O atleta recorreu da decisão e em Maio de 2008 o Tribunal Arbitral do Esporte revisou a decisão. Entretanto, Pistorius não obteve a marca mínima que exige a Associação Internacional de Federações de Atletismo para correr na prova de 400 metros.

Em 1 de setembro de 2011, Pistorius competiu com atletas não deficientes em prova oficial válida pelo campeonato mundial de atletismo em Daegu, alcançando a fase semi-final nas prova de 400 metros rasos e no revezamento 4x100.

No dia 4 de agosto de 2012 em Londres, Inglaterra, se tornou o primeiro atleta paraolímpico a disputar uma Olimpíada em igualdade de condições com atletas considerados normais, alcançando a classificação para as semi-finais dos 400 metros rasos.

No dia 9 de agosto de 2012, juntamente com a equipe de revezamento 4x400m da África do Sul, se classificou para a final da modalidade nas Olimpíadas de Londres em 2012.

A 14 de fevereiro de 2013 foi detido por suspeita de matar a sua namorada, Reeva Steenkamp com quatro tiros. Informações preliminares afirmam que Pistorius teria confundido a modelo com um invasor. No dia 18, a justiça do país revelou que o atleta poderia pegar prisão perpétua.

Em 12 de setembro de 2014, Oscar Pistorius foi considerado culpado de homicídio negligente pela morte da namorada. O atleta sul-africano incorre numa pena de prisão que pode chegar aos 15 anos.[1]


Melhores marcas pessoais[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]