Osmín Aguirre y Salinas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde agosto de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Osmín Aguirre y Salinas (San Miguel, 24 de dezembro de 1889 - San Salvador, 12 de julho de 1977) foi um militar salvadorenho, membro do diretório cívico de 2 e 4 de dezembro de 1931 e presidente interino de El Salvador de 21 de outubro de 1944 até 1 de março de 1945.

Informações gerais[editar | editar código-fonte]

O coronel Osmín Aguirre y Salinas nasceu em San Miguel em 24 de dezembro de 1889 e morreu quando era levado a um hospital militar, assassinado a tiros em 12 julho de 1977, em frente a sua residência, localizada na 15 calle oriente, número 117, na capital salvadorenha. Faleceu aos 87 anos de idade.

Ascensão ao poder[editar | editar código-fonte]

Em 2 de dezembro de 1931, o governo do presidente Arturo Araujo foi derrubado por oficiais do exército e por alguns civis. Neste efêmero diretório cívico, Osmín Aguirre y Salinas tomou parte do Ministério da Guerra; tal diretório entregou o comando da nação ao então vice-presidente Maximiliano Hernández Martínez. Atuou como diretor da guarda nacional durante o mandato de Martínez. Segundo o historiador Thomas Anderson, Osmín Aguirre tinha em seu poder informações sobre o levante popular de 1932, como dados sobre a prisão do comunista Agustin Farabundo Martí.

Logo depois do mandato provisório do presidente Andrés Ignacio Menéndez, que assumiu após a renúncia de Maximiliano Hernández Martínez, Aguirre y Salinas ocupou a presidência interina da república.

Precedido por
Andrés Ignacio Menéndez
Presidente de El Salvador
1944 - 1945
Sucedido por
Salvador Castañeda Castro