Osorno

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde agosto de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Osorno
Escudo de Osorno.svg
Bandera de Osorno.svg
População 145.475 habitantes
Censo 2002
Área 951 km²
Densidade 152,97 hab/km²
Fundação 27 de março de 1558
Região Região de Los Lagos
Província Osorno
Gentílico osornino, osornina
municipalidadosorno.cl
Mapa
Comuna de Osorno.svg

Osorno é uma comuna e cidade do sul do Chile. Localiza-se na Província de Osorno, na Região de Los Lagos, a 945 km ao sul da capital do país, Santiago, 110 km ao norte de Puerto Montt (capital da região) e 260 km ao oeste da cidade Argentina do São Carlos de Bariloche, pela ruta Internacional 215.

A projeção de população para 2007 é de 160.000 habitantes.

Administração[editar | editar código-fonte]

A administração da comuna de Osorno corresponde à Ilustre Municipalidad de Osorno, cuja máxima autoridade é o alcalde, que conta com a assesoria do Concelho Municipal.

A comuna limita-se: a norte com San Pablo; a oeste com San Juan de la Costa; a leste com Puyehue; a sul com Puerto Octay e Río Negro.

A comuna de Osorno integra junto com as comunas de San Juan de la Costa e San Pablo o Distrito Electoral N° 55 e pertence à 16ª Circunscrição Senatorial (Los Lagos Norte).

História[editar | editar código-fonte]

Inicialmente foi planejado fundar a cidade, sob o governo de dom Pedro de Valdivia por seu companheiro de conquista, o Tenente Geral dom Francisco de Villagra no ano de 1553, no lugar onde se encontrava a aldeia indígena Chauracaví (Em mapudungun reunião de murtas), com o nome de Santa Marina de Gaete em homenagem à esposa de Valdivia. A morte de Valdivia impediu a realização deste plano quando estava prestes a se concretar.

Posteriormente, em 1557 chegou ao Chile o jovem governador dom García Hurtado de Mendoza y Manríquez, o qual cuidou de repovoar Concepción e fundar a cidade de Cañete, o qual partiu rumo ao sul acompanhado de uns 150 a 200 soldados entre os quais estava o poeta dom Alonso de Ercilla (autor de "La Araucana"). Assim em 27 de março de 1558 foi finalmente fundada pelo governador, com o nome de "Villa de San Mateo de Osorno", em homenagem ao seu avô, o Conde de Osorno (España). A vila está situada na confluência do rio Las Canoas (atual Rio Rahue) com o Rio Damas. A primeira população era de aproximadamente 60 espanhóis, e alguns indígenas. Na área viviam na época umas 80 mil pessoas nativas.

Interior da Catedral de San Mateo de Osorno.

A cidade posteriormente seria cercada pelos indígenas huilliche e destruída em 1602. Somente 190 anos depois, Tomás de Figueroa tomaria posse das ruinas em 22 de novembro de 1792.

Posteriormente sob as ordens de dom Ambrosio O'Higgins, a cidade de Osorno foi reconstruída, separando-se do Governo de Chiloé e passando a integrar parte da Intendencia de Concepción, dentro da Capitania Geral do Chile. Sendo em 1796 declarada oficialmente repovoada. Após este exito O'Higgins recebe o título de "Marqués de Osorno".

Entre 1° de junho de 1798 e 28 de outubro de 1802, a cidade esteve sob a jurisdição direta do vice-rei do Peru. Em 1811 passaria novamente a depender do Vice-reino do Perú, sendo recuperada novamente em 1822; passando a depender do antigo governo de Valdivia.

No século XIX, o governo chileno trouxe colonos alemães para que auxiliar no crescimento da região. Estes ajudaram a transformar a comuna no epicentro da pecuária nacional, dando assim um impulso econômico à própria região.

Finalmente, após numerosos alterações na divisão político administrativa do Chile, Osorno deixaria de depender da antiga Província de Valdivia e tornou-se a capital da província de mesmo nome.

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia do Chile é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.