Ottavio Farnese

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ottavio Farnesio, busto em Milão, Castelo Sforzesco.
O Papa Paulo III com seus filhos Alessandro e Ottavio Farnese (à direita, inclinado), por Ticiano, Museu de Capodimonte, Nápoles

Octávio Farnésio (em italiano Ottavio Farnese) (Valentano, 9 de outubro de 1521 - 18 de setembro de 1586) foi duque de Parma e Piacenza de 1556 a 1586.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Octávio foi o segundo filho de Pedro Luís Farnésio (Pier Luigi Farnese), Duque de Parma e Placência, neto do Papa Paulo III, e irmão do Cardeal Rainúncio Farnésio. Casou com Margarida de Áustria, filha ilegítima do imperador Carlos V (Carlos I de Espanha). Octávio tinha 15 anos, enquanto Margarita, recentemente viúva por morte de Alexandre de Médici, tinha 16. A principio, a noiva via com desgosto o seu jovem marido, mas após a expedição contra Argel (1541), da qual Octávio voltou ferido, o seu ódio transformou-se em amor.

Depois do assassinato do seu pai Pedro Luís (1547), Octávio teve que valer-se da força para manter os seus estados. A morte do seu avô, o Papa Paulo III, esteve quase a ser um obstáculo definitivo para conservar Parma; porém, o novo pontífice Júlio III confirmou-lhe a posse dos seus estados (1551).

No entanto, os problemas não tinham acabado. Carlos V negou-se a devolver a praça de Placência, e tentou mesmo arrebatar-lhe Parma. Júlio III, ansioso de obter apoio imperial para a organização do Concílio de Trento, ordenou que Octávio devolvesse Parma ao poder papal. Face à negativa deste, privou-o dos seus feudos romanos. A guerra rebentou, e um exército francês marchou para proteger Parma do cerco de Ferrante Gonzaga. Quando a situação parecia desesperada, Farnésio conseguiu chegar a um acordo com o seu imperial sogro.

A partir daí Octávio pôde gozar de um governo tranquilo, que lhe fez ganhar a estima dos seus súbditos. Foi sucedido pelo seu único filho, Alexandre Farnésio, grande general dos exércitos de Filipe II de Espanha e Governador dos Países Baixos espanhóis.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Pedro Luís Farnésio
Duque de Castro
(1.ª vez)

1545 - 1547
Sucedido por
Horácio Farnésio
Precedido por
Horácio Farnésio
Duque de Castro
(2.ª vez)

1553 - 1586
Sucedido por
Alexandre Farnésio
Precedido por
Pedro Luís Farnésio
Duque de Parma e Placência
1549 - 1586
Blason famille it Farnese01.svg
Sucedido por
Alexandre Farnésio

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Este artigo incorpora texto da Encyclopædia Britannica (11ª edição), publicação em domínio público.