Otto Braun

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Otto Braun (Ismaning, 28 de setembro de 1900Varna, 15 de agosto de 1974) foi um escritor alemão, funcionário do Partido Comunista da Alemanha e de 1961 a 1963 o Primeiro Secretário da Associação dos Escritores Alemães (em alemão: Deutscher Schriftstellerverband) da Alemanha Oriental.

Otto Braun foi namorado de Olga Benario Prestes. De 1926 a 1928 Braun foi preso e acusado de alta traição à pátria. Junto com colegas de militância, Olga conseguiu libertar Braun da prisão de Berlin-Moabit em 1928 e o casal fugiu para a União Soviética. Após a separação do casal, motivada pelo distanciamento causado pelas atividades políticas de Olga Benário, que se tornou rapidamente, apesar da pouca idade, dirigente da Juventude Comunista Internacional (KIM), Otto Braun atuou como importante assessor do Partido Comunista Chinês, usando o codinome de Li Teh. De atuação destacada, ocupou em um congresso do PC Chinês a cadeira destinada a Josef Stálin, à época o mais importante nome da Internacional Comunista. Fonte: livro Olga, de Fernando Morais.

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.