Outrage

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Outrage
 Estados Unidos
2009 • cor

Outrage é um documentário de 2009 dirigido por Kirby Dick sobre políticos gays norte-americanos no armário e que patrocinam legislação antigay. Esses políticos incluem o governador da Flórida, Charlie Crist, o congressista pela Califórnia David Dreier, o ex-prefeito de Nova Iorque, Ed Koch, e o ex-congressista pela Louisiana, Jim McCrery.[1] O filme também apresenta entrevistas com os políticos abertamente gays Barney Frank, Jim McGreevey, e Tammy Baldwin.

Quando perguntado sobre a ética em revelar a orientação sexual de políticos que optaram em preservar suas vidas particulares, Dick respondeu dizendo "nosso filme toma a posição de não visar os políticos que estão no armário mas não votam contra os gays".[2]

O filme foi produzido por Chain Camera Pictures, a produtora co-fundada por Kirby Dick. O Sundance Institute deu fundos para a produção do filme.

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

Outrage tem recepção favorável por parte da crítica especializada. Possui tomatometer de 77% em base de 39 críticas no Rotten Tomatoes. Tem 64% de aprovação por parte da audiência, usada para calcular a recepção do público a partir de votos dos usuários do site.[3]

Referências

  1. Brian Brooks. "First Look: Kirby Dick’s "Outrage"; New Tribeca Doc Names Names", indieWIRE, 23 April 2009). Página visitada em 2009-05-15.
  2. Fred Topel (07 May 2009). Kirby Dick: Outrage. SuicideGirls. Página visitada em 2009-05-15.
  3. Outrage (em inglês). Rotten Tomatoes. Página visitada em 21 de abril de 2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.