Over the Top

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Over the Top
O Lutador (PT)
Falcão - O Campeão dos Campeões (BR)
Pôster promocional
 Estados Unidos
1987 • cor • 93 min 
Direção Menahem Golan
Produção Menahem Golan
Yoram Globus
Roteiro Stirling Silliphant
Sylvester Stallone
Gary Conway (história)
David Engelbach (história)
Elenco Sylvester Stallone
Robert Loggia
Susan Blakely
Rick Zumwalt
David Mendenhall
Gênero Ação
Drama
Idioma Inglês
Música Giorgio Moroder
Cinematografia David Gurfinkel
Edição James R. Symons
Don Zimmerman
Distribuição Warner Bros. Pictures
(EUA & Canadá)
The Cannon Group, Inc.
(Internacional)
Lançamento Estados Unidos 13 de fevereiro de 1987
Brasil 10 de abril de 1987
Orçamento US$25,000,000 (estimado)[1]
Receita US$16,057,580 (US) [2]
Página no IMDb (em inglês)

Over the Top (Falcão - O Campeão dos Campeões (título no Brasil) ou O Lutador (título em Portugal)) é um filme de estrada de ação e drama de 1987 estrelado por Sylvester Stallone. Foi produzido e dirigido por Menahem Golan, e seu roteiro foi escrito por Stirling Silliphant e Stallone. A música original foi composta por Giorgio Moroder. O personagem principal, interpretado por Stallone, é um motorista de caminhão de longa distância, que tenta reconquistar seu filho alienado ao tornar-se um campeão de luta de braço.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Lincoln Hawk (Sylvester Stallone) é um caminhoneiro solitário em que ganha sua vida fazendo entregas pelo Estados Unidos da América em seu caminhão velho. Hawk (Falcão, na versão brasileira) abandonou sua família por sua relação conturbada com seu sogro Jason Cuttler, mas sempre manteve contato via cartas com a esposa Christina Cutler-Hawk.

Anos depois, após receber notícias de que Christina estava com uma doença maléfica e a pedido dela, Hawk tem o difícil dever de conquistar a confiança e o amor de seu filho, que abandonou ainda pequeno.

Em uma viagem de três dias para a Las Vegas, Hawk aos poucos cativou o filho, que viveu mimado e tratado pelo avô com muita condescendência. Durante a viagem, percebe-se velha prática de Hawk em ação, a queda de braço.

Chegando a Las Vegas, onde competiria no Campeonato Mundial de Quebra de Braço, Hawk vende seu caminhão para investir o dinheiro em aposta nele mesmo no certame. Depois de muito esforço para chegar a final, Lincoln tem o difícil trabalho de ganhar do pentacampeão Bull Harley e ganhar o prêmio do torneio um caminhão novo, que era seu maior objetivo na competição. Assim, Hawk pensava em poder viver com seu filho e poder sustentá-lo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

David Mendenhall ganhou dois Framboesa de Ouro, para pior ator coadjuvante e nova estrela. Multi-campeão mundial de wrestling braço e futuro lutador profissional Scott Norton também faz uma aparição junto com outros lutadores de braço profissionais, tais como Allen Fisher, Cleve Dean e Andrew "Cobra" Rhodes (como o árbitro do jogo final).[3] Profissional do braço de ferro John Brzenk também faz uma aparição.

Dublagem brasileira[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

As cenas na Academia Militar, retratados como estando em Colorado, foram filmados em Pomona College, em Claremont, Califórnia, durante o início do verão de 1986, entre 9 de junho e agosto. A mansão Kirkeby em 750 Bel Air Road, Los Angeles (também a casa da família Clampett na comédia The Beverly Hillbillies na CBS) foi usado para retratar a propriedade Cutler.

Sylvester Stallone recebeu US $ 12 milhões para estrelar Over the Top.[carece de fontes?]

Lançamento[editar | editar código-fonte]

Over the Top foi lançado em 1758 cinemas e abriu em 4 º lugar no fim de semana, ganhando $5,149,200.[4]

Na época de lançamento, o filme atingiu um auge muito bom em bilheterias, sendo considerado um dos maiores sucessos do ator Sylvester Stallone depois de seu mais conhecido longa lançado nos cinemas: Rocky.

Recepção[editar | editar código-fonte]

O filme recebeu críticas mistas-a-negativas da crítica especializada. No Rotten Tomatoes, atinge tomatometer de 35% em base de 11 avaliações. Tem 50% de aprovação por parte da audiência, usada para calcular a aprovação do público a partir de votos dos usuários do site.[5] . O revisor de filmes Frank Ochieng do The Jornal World Frank Ochieng afirmou: "Stallone, por qualquer razão inexplicável, continua a amontoar no drible dramática em outro acidente filme inútil". Outros críticos, como Clint Morris foram mais favoráveis ​​do filme, afirmando que "Stallone dá um desempenho impressionante", enquanto o crítico Luke Y. Thompson afirmou: "Não é o suficiente-detonando, mas o mundo não precisa de pelo menos um filme sobre profissional braço de ferro".

O filme recebeu três indicações ao Framboesa de Ouro em 1988, com David Mendenhall ganhando dois, tanto para pior ator coadjuvante e pior nova estrela, enquanto Sylvester Stallone foi indicado para pior ator.

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

O álbum da trilha sonora foi lançada em 1987 para coincidir com o lançamento do filme. Ele contém músicas de Frank Stallone, Kenny Loggins (quem interpreta o tema sonoro do filme, "Meet Me Half Way"), Eddie Money, e Sammy Hagar. John Wetton, vocalista do grupo de rock Asia, cantou "Winner Takes It All" para o filme, mas depois de executar a música, sentiu-se que sua voz não agradou os produtores, então a música foi oferecida a Hagar, cuja versão, com um solo de guitarra baixo do então colega de banda de Hagar Edward Van Halen, acabou sendo o único na trilha sonora.[1] Asia é creditado para a faixa "Gypsy Soul", mas Wetton é o único membro da Asia que realmente contribuiu para a música.

Listagem das músicas[editar | editar código-fonte]

Stallone aparece no vídeo de "Winner Takes It All", lutando com Hagar no final do vídeo. Hagar diz em seu comentário de vídeo no DVD The Long Road to Cabo que ele não era louco por música. Hagar diz que Stallone deu-lhe o boné preto no final das filmagens, ambos assinados, e o boné foi para caridade, vendido em torno de US$10.000.

Na cultura popular[editar | editar código-fonte]

A série Regular Show do Cartoon Network usou "Over the Top" como um título para um episódio de sua terceira temporada. Assim como o filme, o episódio proeminentemente tem queda de braço.

Referências

  1. a b Falcão - O Campeão dos Campeões AdoroCinema. Visitado em 18 de julhode 2014.
  2. Over the Top (1987) – Box Office Mojo Box Office Mojo. Visitado em 2011-07-24.
  3. Online World of Wrestling Online World of Wrestling. Visitado em 2010-09-29.
  4. "Stallone Loses A Box-office Arm-wrestle", Los Angeles Times. Página visitada em 2012-06-02.
  5. Over the Top (em inglês) Rotten Tomatoes. Visitado em 18 de julho de 2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]