Oxum no Batuque

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

anha

Osùn (yorubá) ou Oxum no Batuque, significa "águas". Na verdade não existe um nome exato para a tradução de seu nome dentro do grupo linguístico latino, mas é representada pela riqueza, ouro e águas doces. Rege a fecundidade feminina, protege o feto e a gestação. Mulheres grávidas ou que querem engravidar recorrem sempre a Oxum para que lhe dê proteção durante todo processo de crescimento de seus filhos. Oxum é uma das orixás mais cultuadas no Brasil. Em grande parte, ela se apresenta maternal, receptiva, mas também possui seu lado guerreiro e altivo. Sua dança é sempre majestosa, com ritmos sinuosos, leves podendo chegar a movimentos mais performáticos. Dona das línguas e envolvida com a grande magia sacerdotal feminina, Oxum sempre foi uma orixá onde independente dos seus reinos de domínio é procurada por todos os adeptos do afro-gaúcho para alcançar harmonia e prosperidade em vida. Oxum também é responsável dentro da Nação pela Mesa de Ibeje, juntamente com Xangô. Esta é uma das principais obrigações de aprontamento para que os filhos tenham uma vida doce e próspera em sua nova jornada. Em uma de suas danças, Oxum joga perfume em toda assistência, como forma de benção e de abrir caminhos a fecundidade, refletindo a beleza suave e magistral desta grande orixá.

Dentro da Nação de Cabinda, temos algumas qualidades abaixo reverenciadas:

  • Oxum Adocô: A grande matriarca e sábia.
  • Oxum Olobá: A Oxum da "lomba". Relacionada aos problemas de saúde e risco de morte nas gestações e crianças menores.
  • Oxum Demum: A grande conhecedora da cura pelas folhas e dos segredos das cachoeiras mais afastadas.
  • Oxum Epandá: Moça, coquete, vaidosa e guerreira.
  • Oxum Epandá Ibeje - a mais jovem das oxuns em sua forma infante.

No Candomblé, segue abaixo algumas particularidades;

  • Oxum Agba Ilu: matriarca e idosa.
  • Oxum Ijimu: velha e feiticeira.
  • Oxum Aboto: Oxum idosa.
  • Oxum Opara - Oxum jovem.
  • Oxum Ajagurá: outra Oxum jovem e guerreira.
  • Oxum Ipondá: moça, elegante e vaidosa.
  • Oxum YeYe Oke: guerreira.
  • Oxum YeYe Karé - Oxum jovem.
  • Oxum YeYe Odo: guerreira do rio.
  • Oxum Iyáomí - ligada a Yemoja. Braços de rio com o mar.

Geralmente Oxum faz adjuntó no Batuque com Bará, Xangô, Ossanha e Oxalá. Raramente com Xapanã e Ogum.

  • Cor: Amarela
  • Número: 8 e seus múltiplos (Nação de Cabinda)
  • Guia: Desde a amarela clara, passando por amarela gema e amarelo ouro. Para Epanda de Ibeje, todas as cores menos o preto.
  • Sincretismo: Nossa Senhora Aparecida
  • Dia da semana: Sábado



Ícone de esboço Este artigo sobre religião é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.