Pândano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaPândano
Pandanus veitchii

Pandanus veitchii
Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Liliopsida
Ordem: Pandanales
Família: Pandanaceae
Género: Pandanus
Espécie: P. veitchii
Nome binomial
Pandanus veitchii
Hort. Veitch ex Mast. & T.Moore

O pândano ou vacuá é uma planta tropical da família Pandanaceae.[1]

É muito cultivada na Polinésia, sendo aproveitada para a culinária, artesanato e paisagismo.

O pândano é uma árvore tropical, de copa piramidal e de aspecto curioso. Embora seja semelhante a uma palmeira, ele pertence à uma ordem própria a Pandanales, enquanto que as palmeiras são da ordem Commelinidae, juntamente com as gramíneas, as trapoerabas e os agaves. Suas folhas são longas, achatadas como espadas, com margens denteadas, e dispostas em espiral entorno do caule lenhoso e pouco ramificado. Destaque também para as raízes aéreas, que emergem calibrosas diretamente do caule, acima do solo e apresentam função de sustentação da planta. Os frutos do pândano são grandes e do tipo drupa.

As folhas do pândano são verdes, ocorrendo cultivares variegadas de amarelo ou branco, muito decorativas. O aspecto escultural desta planta chama a atenção no jardim, principalmente quando isolada ou em pequenos grupos, valorizando assim o paisagismo. Seu crescimento é bastante lento, mas recompensador. O pândano pode atingir mais de 10 metros, mas mesmo quando jovem é uma planta vistosa. Tanto as folhas como os frutos do pândano são muito importantes para os povos polinésios. Lá eles são aproveitados na culinária e no artesanato, na fabricação de cestos e em adornos.

Deve ser cultivado sob sol pleno ou meia-sombra, em solo fértil, bem drenável, enriquecido com matéria orgânica e irrigado periodicamente. Tolerante à maresia, ventos e salinidade do solo, o pândano é uma árvore ideal para o litoral. Planta tipicamente tropical, não tolera clima frio ou seco. Algumas variedades podem ser plantadas em vasos e utilizadas como planta de interior, desde que recebam pelo menos 3 horas de luz solar. Multiplica-se por sementes e por divisão das mudas formadas entorno da planta mãe.


Referências

http://www.jardineiro.net/plantas/pandano-pandanus-veitchii.html

Raquel Patro


Ícone de esboço Este artigo sobre monocotiledóneas, integrado no Projeto Plantas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.