Pão de rala

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Pão de rala é uma sobremesa que faz parte da doçaria tradicional portuguesa, em especial na região do Alentejo. Pensa-se que seria confecionada pelos frades e freiras dos conventos que existiam por todo o Alentejo, antes da sua expulsão decretada em 1834 por Joaquim António de Aguiar. Daí esta doçaria ser chamada de doçaria conventual. Este pão de rala leva na sua massa muitos ovos (gemas), açúcar, raspa de limão, amêndoas piladas, gila ou chila[1] [2] [3] .

O nome e a aparência do doce derivam de uma história, segundo a qual o rei D. Sebastião visitou o convento de Santa Helena do Calvário, em Évora. Sendo um convento pobre só lhe puderam oferecer "pão ralo", azeitonas e água[4] .


Referências

  1. Receita de Pão de rala. Visitado em 2013-09-16.
  2. Receita de Pão de Rala (Évora). Visitado em 2013-09-16.
  3. Receitas da Dina: Pão de Rala. Visitado em 2013-09-16.
  4. Garfadas on line: Pão de Rala, um doce conventual. Visitado em 2013-09-16.
Ícone de esboço Este artigo sobre culinária é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.