Pédale douce

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pédale Douce
Loucas Noites de Batom (BR)
 França
1996 • Cor • 100 min 
Direção Gabriel Aghion
Produção Marie-Dominique Girodet
Roteiro Gabriel Aghion
Patrick Timsit
Pierre Palmade
Elenco Patrick Timsit
Fanny Ardant
Richard Berry
Michèle Laroque
Jacques Gamblin
Género Comédia
Idioma Francês
Música Herve Masini
Philippe Chopin
Musica tema:
Mylène Farmer
Direção de arte Carlos Conti
Direção de fotografia Fabio Conversi
Figurino Clementine Joya
Edição Luc Barnier
Estúdio M.D.G Productions
TF1 Films
Tentative D'evasion
Distribuição AMLF
Cronologia
Último
Último
Pédale dure (2004)
Próximo
Próximo
Página no IMDb (em inglês)

Pédale douce (Br:Loucas Noites de Batom) é um filme francês de 1996, do gênero comédia dirigido por Gabriel Aghion. Houve uma continuação em 2004 com Pédale dure do mesmo diretor.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Adrien Aymar é um executivo de um banco. Para fechar um contrato milionário será necessário participar de um jantar na casa do patrão, Alexandre Hagutte. Para esconder sua homossexualidade, convida a amiga Eva para se passar como sua esposa. Alexandre, apesar de casado com Marie, se encanta com Eva, dona de um restaurante gay. Diversos mal-entendidos e desencontros se desenvolvem, sob a trilha sonora que conta com Sans Contrefaçon de Mylène Farmer, que é cantada pelos protagonistas.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Prêmio[editar | editar código-fonte]

Fanny Ardant recebeu o César de melhor atriz de 1997. No mesmo evento, recebeu indicações de melhor filme, ator (Timsit), ator coadjuvante (Gamblin), atriz coadjuvante (Laroque) e roteiro para Aghion e Timsit.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.