Pós-milenismo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde maio de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Escatologia cristã
Diferenças escatológicas
Apocalypse vasnetsov.jpg
Portal do cristianismo

O pós-milenismo é a escola escatológica que defende que Cristo virá pela segunda vez, ao término do Milênio. Muitos pós-milenistas creem que a era Milenar iniciou-se quando Cristo foi assunto ao céu, e outros crêem que ela surgirá quando o Evangelho houver sido pregado em toda terra, promovendo uma Era Áurea de Justiça e Paz para a humanidade.

O pós-milenismo espera que a grande maioria da população mundial se converterá à Cristo antes de Seu retorno glorioso. Compete à igreja cristã divulgar Seus ensinamentos, discipulando as nações, ensinando seus povos a aplicar os princípios do Reino de Deus em cada área da vida humana.

Alguns aderentes do pós-milenismo, principalmente do pós-milenismo contemporâneo, defendem uma interpretação preterista das profecias apocalípticas. Segundo eles, por exemplo, o sermão profético de Jesus, narrado em Mateus 24, cumpriu-se ainda naquela geração, com a queda de Jerusalém (em 70 d.C.) pelas mãos dos romanos.

Muitos pregadores e teólogos de renome foram pós-milenistas, entre eles Calvino, a maioria dos Puritanos, Jonathan Edwards, John Owen, Charles Hodge, Robert L. Dabney, W. G. T. Sheed, Benjamim B. Warfield, Oswald T. Allis, J. Marcellus Kik e muitos outros.[1]

Alguns afirmam que pós-milenismo foi descartado por muitos crentes após as duas grandes guerras, mas inúmeras obras pós-milenistas foram escritas durante esta época. [2] Além disso, recentemente ele tem sido notoriamente defendido por diversos teólogos e pensadores cristãos.

Ícone de esboço Este artigo sobre Teologia ou sobre um teólogo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Referências

  1. Kenneth L. Gentry, He Shall Have Dominion: A Postmillennial Eschatology (Third Edition: Revised and Expanded), p. 145.
  2. Gentry, em He Shall Have Dominion, cita inúmeros teólogos pós-milenistas que viveram durante esta época. Além disso, ele menciona obras pós-milenistas escritas nesse período. Vide páginas 66-69.