Públio Terêncio Varrão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Públio Terêncio Varrão, em latim Publius Terentius Varro, foi um poeta latino, que viveu na época de Júlio César, do Segundo Triunvirato e até os dias do imperador Augusto.[1]

Ele nasceu em Atace, uma pequena vila no rio Aude, localizada na Gália Narbonense, no segundo ano da 174a olimpíada, o ano 671 A.U.C.[Nota 1] Por seu local de nascimento, os antigos acrescentaram ao seu nome o sobrenome de Atacinus, para evitar confusão com Marco Terêncio Varrão. Alguns escritores o chamam de Atratinus, como se ele fosse descendente de uma hipotética família Atratina.[1]

Varrão tinha um belo espírito, e disposição para a poesia. Ele escreveu elégias, poemas épicos e sátiras. Saiu de sua pátria e foi morar em Roma, onde se tornou amigo dos poetas mais famosos da sua época: Horácio, Virgílio, Ovídio e Propércio. Varrão também se interessou por história, e estudou a língua grega quando tinha trinta e cinco anos.[1]

Veleio Patérculo o comparou aos maiores gênios da época de Augusto, que foram Corvino[desambiguação necessária], Asínio Pólio, Salústio, Lucrécio, Virgílio, Rabírio, Catulo, Tíbulo e Ovídio.[1]

Notas e referências

Notas

Referências

  1. a b c d Charles Osmont, Jacques Clousier e Pierre Michel Huart, Histoire literaire de la France: où l'on traite de l'origine et du progre's de la decadence & du rétablissement des sciences parmi les Gaulois & parmi les François ... (1733), Publius Terentius Varro, Poete et Historien, 1. Historie de sa vie, p.108 [google books]