Púrpura trombocitopênica trombótica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Púrpura trombocitopênica trombótica
Classificação e recursos externos
CID-10 M31.1
CID-9 446.6
OMIM 274150
DiseasesDB 13052
MedlinePlus 000552
eMedicine emerg/579 neuro/499 med/2265
MeSH D011697
Star of life caution.svg Aviso médico

A púrpura trombocitopênica trombótica (português brasileiro) ou púrpura trombocitopénica trombótica (português europeu) (PTT) é uma doença hematológica grave, de curso clínico fulminante, considerada emergência médica.

Caracteriza-se pela microangiopatia (doença dos pequenos vasos, os capilares), e aumento da agregação plaquetária.

O diagnóstico clínico baseia-se na seguinte pêntade clássica:

  • Anemia hemolítica microangiopática
  • Trombocitopenia acentuada
  • Acometimento neurológico
  • Disfunção renal
  • Febre

Ocorre devido ao aumento da agregação plaquetária, formando trombos os quais fazem com que os eritrocitos circulantes sejam lisados,ocasionando uma anemia hemolitica. A formação desses trombos faz com que diminua o fluxo sanguineo ocasionando problemas neurologicos.

Raramente, a PTT pode ser causada por gravidez. No episódio "Crianças" da primeira temporada de Dr. House aparece um caso de uma garota que sofre de dores no pescoço,hemorragias e problemas neurológicos. Somente no final é descoberto o diagnóstico e a solução foi a retirada do bebê.

O tratamento é baseado num procedimento hemoterápico denominado plasmaferese.

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Provan, D. Oxford Handbook of Clinical Haematology, 2004
Ícone de esboço Este artigo sobre Medicina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.