Pacto Internacional dos Direitos Econômicos, Sociais e Culturais

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Membros e signatários do pacto:
  Assinou e ratificou
  Assinou, mas não ratificou
  Não assinou nem ratificou

Pacto Internacional dos Direitos Econômicos, Sociais e Culturais (PIDESC) é um tratado multilateral adotado pela Assembleia Geral das Nações Unidas em 16 de dezembro de 1966 e em vigor desde 3 de janeiro de 1976. O acordo diz que seus membros devem trabalhar para a concessão de direitos econômicos, sociais e culturais (DESC) para pessoas físicas, incluindo os direitos de trabalho e o direito à saúde, além do direito à educação e à um padrão de vida adequado. Em 2013, o pacto tinha 160 membros[1] e sete países, incluindo os Estados Unidos da América, havia assinado, mas ainda não ratificaram o tratado.

O PIDESC é parte da Carta Internacional dos Direitos Humanos, juntamente com a Declaração Universal dos Direitos Humanos (DUDH) e o Pacto Internacional dos Direitos Civis e Políticos (PIDCP), incluindo o primeiro e o segundo protocolos opcionais deste último.[2]

O acordo é monitorado pelo Comitê da ONU sobre os Direitos Econômicos, Sociais e Culturais.

Referências

  1. UN Treaty Collection: International Covenant on Economic, Social and Cultural Rights. UN (24 de fevereiro de 2009). Página visitada em 30 de agosto de 2013.
  2. Fact Sheet No.2 (Rev.1), The International Bill of Human Rights. UN OHCHR (June 1996). Página visitada em 30 de agosto de 2013. Cópia arquivada em 13 de março de 2008.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre direitos humanos é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.