Paddy Roy Bates

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Paddy Roy Bates
Príncipe de Sealand
Sucessor Michael de Sealand
Cônjuge S.A.R. a Princesa Joana
Casa House of Bates (Casa dos Bates)
Dinastia Bates Family (Família dos Bates)
Pai Harry Bates
Mãe Lilyan Bates
Nascimento 29 de Agosto de 1921
Ealing, Londres,  Reino Unido
Morte 9 de outubro de 2012 (91 anos)
Londres,  Reino Unido
Ocupação radialista de rádio-pirata

Major Paddy Roy Bates (Ealing, Londres, 29 de agosto de 1921 − Londres, 9 de outubro de 2012) foi um radialista de rádio-pirata britânico e fundador do Principado de Sealand[1] , intitulando-se Príncipe Roy desde 2 de setembro de 1967.[2]

Início de vida[editar | editar código-fonte]

A fundação do Principado de Sealand[editar | editar código-fonte]

A ideia da fundação de um novo Estado apareceu na década de 1960, quando o príncipe Roy, como ele intitulara a si próprio, inventou uma rádio-pirata, que tocava pop music, estilo omitido pelas rádios britânicas no período. Em 1966, com a finalidade de inventar uma nova rádio, ele se mudou para Fort Roughs, plataforma utilizada como ponto de defesa pela Marinha Britânica durante a II Guerra Mundial.[2]

Estandarte real do príncipe de Sealand.

Quando o movimento das rádios-piratas perdeu sua força, ele alterou os planos e decidiu declarar independência. Ignorando a ordem das autoridades britânicas de que devia deixar o lugar, proclamou a fortificação como o Principado de Sealand, declarando a si próprio como príncipe e sua mulher, Joan, princesa. Chegou a clamar que a pequena estrutura de ferro montada por cima de dois pilares de concreto fosse reconhecida pela comunidade internacional como o menor país do planeta. Mas sua iniciativa não conseguiu sucesso.[2]

Mas Roy resolveu prosseguir com o seu plano mirabolante — que, a essa altura, já estava mais para a direção do mito. Criou sua própria Constituição, fez uma bandeira com as cores: vermelho, preto e branco, conseguiu emitir passaportes, selos, moedas. O país tem até hino, cujo lema é: "E Mare Libertas" (Do Mar, Liberdade, na tradução simples).[2]

Filhos[editar | editar código-fonte]

Tinha dos filhos: Michael Bates e Penny Bates.[1] Seu filho Michael Bates é príncipe herdeiro do Principado desde 1999.[3]

Morte[editar | editar código-fonte]

Morreu em Londres, a 9 de outubro de 2012, pela Doença de Alzheimer[nb 1] [1] [3] , que estava sofrendo há diversos anos.[1] [4]

Notas

  1. Informações ditas por seu filho Michael Bates.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um radialista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.