Pai de todas as bombas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Pai de todas as bombas é o apelido de uma bomba termobárica russa com poder quatro vezes superior à bomba estadunidense Massive Ordnance Air Blast (MOAB - mãe de todas as bombas), fazendo dela a mais poderosa bomba não nuclear conhecida.[1] O teste foi realizado em 11 de setembro de 2007, quando foi lançada de um Tupolev Tu-160 sobre um campo de testes.[2]

A bomba produz um efeito equivalente a 44 toneladas de TNT usando 7,8 toneladas de um novo tipo de alto-explosivo, além de ser menor que o artefato estadunidense, graças à nanotecnologia,[3] e ter um raio de destruição duas vezes maior. Em comparação, a MOAB produz o equivalente a onze toneladas de TNT usando oito toneladas de alto-explosivo.

Embora o seu efeito seja comparado ao de uma bomba nuclear, ela é equivalente a apenas 0,3% do poder da bomba atômica usada contra Hiroshima.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.